Dieckmann comenta o caso de Murilo Rosa

Dieckmann comenta o caso de Murilo Rosa

Foto: TV Globo/ Renato Rocha Miranda

Ultimamente, tem se tornado comum casos em que criminosos conseguem fotos e vídeos íntimos de celebridades por meio da internet, passando a extorqui-las para não divulgar o material na rede.

O caso mais recente aconteceu com Murilo Rosa. Ele recebeu ligações de uma pessoa, que deixou mensagens pedindo dinheiro para não publicar fotos suas de cunho sexual, e acabou prestando queixa à polícia. Segundo o ator, os pedidos foram feitos por uma voz feminina.

"Estou indignado. Foi um crime contra a minha privacidade e a da minha mulher, num ambiente familiar. Não vou sossegar enquanto não descobrir o responsável por essa ameaça", disse Murilo à coluna de Ancelmo Gois, publicada no jornal O Globo.

Rodolfo Waldeck, delegado titular da 14ª DP (Leblon), responsável pelo caso, diz que o primeiro suspeito foi identificado pelo número do telefone usado para fazer as ameaças. Porém, informa que serão necessárias mais investigações para saber se ele realmente participou da extorsão. A mulher que gravou a mensagem também será investigada assim que for identificada.

Carolina Dieckmann, que também já foi vítima do mesmo crime, quando fotos íntimas suas foram pegas por meio da invasão de seu e-mail e divulgadas na internet, comentou a situação de Murilo.

"Não sabia que estava acontecendo isso. Um absurdo. Mas agora acho que com a lei os caminhos ficam mais fáceis para tudo ser resolvido. É uma maneira de chamar a atenção porque o meu caso foi muito falado. Não que meu caso seja mais importante, mas essa é a parte boa de ser famosa, porque as coisas ganham mais proporção e acabo ajudando as outras pessoas. Espero que tudo se resolva no caso dele" disse a atriz ao site Ego.

Por Fernanda Oliveira (MBPress)

Comente