Denúncias falsas: novelas podem nos fazer duvidar das nossas mulheres

Por décadas de teledramaturgia as mulher que denuncia agressão só quer prejudicar o homem - Veja como este tipo de trama reflete na vida real
cibele ruy agressão

Após o escândalo da denúncia pública de assédio de Zé Mayer com a ex-figurinista da Rede Globo, Su Tonani tomar grandes proporções e forçar a vítima a se pronunciar diante dos boatos de curiosos, duas novelas do canal trouxeram o mesmo drama em seu roteiro: cenas de mulheres que acusam falsamente homens de agressão. Mas o que tem de errado nisso? É só uma trama fictícia, certo? ERRADO.

Mostrar uma mulher denunciando um homem somente por vingança ou má-fé apenas reforça o machismo já presente na sociedade. "Será que foi isso mesmo?", "Ela não está exagerando?", "Cadê as provas, alguém viu?", são perguntas recorrentes das pessoas em geral quando as denúncias vêm à tona. Este tipo de dúvida deixa as reais vítimas de agressão, assédio e abuso em posições delicadas, afinal, quando um homem tem poder, seja econômico ou social, ele sempre está em posição privilegiada e acima de qualquer suspeita. Aqui alguns casos que também despertaram a desconfiança do público até serem provados:

Novela não é escola, e isto e fato. Porém por reter a atenção de milhares de brasileiros todos os dias, elas acabam possuindo um grande poder social que pode - ou não - ser usado a favor dos expectadores. Na realidade, uma em cada três mulheres sofreu algum tipo de violência no último ano, segundo uma pesquisa feita pelo Datafolha. Só de agressões físicas, o número é alarmante: 503 mulheres brasileiras vítimas a cada hora. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), porém, só 10% dos estupros chegam a ser denunciados no nosso país. Ou seja, MUITO CRIME para POUCA DENÚNCIA.

A culpa não é das novelas, mas te convidando a pensar sobre o papel delas na vida dos brasileiros. Todos sabemos que este tipo de roteiro sempre foi naturalizado - por décadas de teledramaturgia nós vimos mulheres sendo ardilosas, maquiavélicas, mentirosas e sem escrúpulos – mas o fato é que precisamos desconstruir este conceito de que as mulheres têm um comportamento "louco". É com medo de serem chamadas de mentirosas e malucas, que uma infinidade de mulheres diariamente são agredidas e assediadas em silêncio. Por fim, veja abaixo quais cenas que passaram nas novelas "A Força do Querer" e "Rock Story" e tire suas próprias conclusões. 

Novelas da Globo retratam denúncias falsas de agressão

agressão falsa novelas

Foto: Reprodução

Em Rock Story vimos Mariane (Ana Cecília Costa) acusando Gui (Vladimir Brichta) de falsa violência, influenciada pela ideia de Lázaro (João Vicente de Castro). A vilã chegou a se redimir e assumir a culpa na trama.

Já na segunda produção, Cibele (Bruna Linzmeyer) teve uma discussão feia com Ruy (Fiuk), no epísódio de Terça-Feira, dia 19/05. Ele a segurou pelo braço e os ânimos esquentaram. A personagem, então, o denunciou na delegacia da mulher sob o argumento de que a agressão é recorrente. Ela relatará: "Me agrediu, quase quebrou meu braço, torceu meu braço, até arrebentou minha pulseira! Estou com o ombro todo doído, de quando ele me empurrou, me imprensou na parede". Nas duas novelas, Gui e Ruy são ex-namorados das personagens.

Por Thamirys Teixeira

Comente