Cenas de terremoto em "Morde & Assopra" irão ao ar na íntegra

Morde  Assopra terá cenas de terremoto

Renato Rocha Miranda. Foto/Divulgação Tv Globo

Dizem que a arte imita a vida. Dessa vez, uma triste coincidência aproximou ainda mais os dois. "Morde & Assopra", nova novela das 19h de Walcyr Carrasco, começa com um terrível terremoto no Japão. Embora a cena tenha sido gravada há meses, acabou coincidindo com a tragédia que, de fato ocorreu: o número de mortos por causa do terremoto e tsunami se aproxima dos 8,5 mil, 13 mil desaparecidos e um possível acidente nuclear, classificado entre 4 e 5 em uma escala que vai até 7.

Na trama, Júlia (Adriana Esteves) ganha uma bolsa para fazer escavações no país e, com isso, está muito próxima de fazer uma descoberta de suma importância para sua carreira e para o mundo da paleontologia. No entanto, um terremoto acaba minando seus planos.

Os assistentes da paleontóloga, Virgínia (Bárbara Paz) e Cristiano (Paulo Vilhena), descobrem a ossada de um dinossauro desconhecido e, depois, acham a cabeça do animal. Mas a alegria dura pouco. "O pessoal se assustou com a cabeça do bicho. Dizem que é um demônio e vai trazer coisas ruins. Querem que você enterre de novo", noticia Cristiano. Júlia se irrita e se recusa a atender ao pedido dos japoneses. De repente, o chão começa a tremer.

Apesar de soar de mau gosto, Walcyr Carrasco afirma que a cena irá ao ar do jeito que foi feita, já que o tremor terá forte influência no enredo, assim como a escolha do Japão como cenário.

"O Japão é um lugar onde terremotos são constantes, mas numa escala bem menor. Quando escrevi a cena, fiquei até preocupado se teria credibilidade por se tratar de um grande terremoto", diz o autor, em entrevista à "Folha de S. Paulo", que comemorou a "coincidência". "De repente, a realidade me venceu."


Além do Monte Fuji, sítio paleontológico em atividade, a Globo gravou em plantações de arroz, restaurantes e templos no país durante 15 dias. No Brasil, a cidade de Marília foi escolhida para os joguinhos de "gata e rato" entre Júlia e Abner (Marcos Pasquim) que farão par romântico no folhetim. A paleontóloga procurará por fósseis nas terras de Abner, que fará jogo duro com as escavações.

Por Ana Paula de Araujo (MBPress)

Comente