Casal Obama desabafa sobre casos de preconceito

Antes de serem poderosos, eles também sofreram preconceito
Obama-preconceito

Foto - Reprodução/lepointsur

Hoje eles foram o casal mais poderoso do mundo. Mas antes de chegarem à Casa Branca dos EUA, Barack e Michelle Obama passaram por muitos episódios de Preconceito racial e contaram sobre isso para a revista "People". O atual presidente americano disse que já foi confundido com um garçom em um evento Black-Tie, no qual usava smoking. “Não há nenhum homem negro da minha idade, que é um profissional, que quando saiu de um restaurante e esperava seu carro, alguém não entregou as chaves para ele ir buscar”, desabafou Obama.

Michelle também relatou alguns casos que viveu. A esposa do presidente disse que mesmo quando já era primeira-dama dos Estados Unidos sofreu alguns episódios de racismo. E ainda comentou que as pessoas esquecem que eles já estão na Casa Branca há seis anos. “Antes disso, Barack Obama era um homem negro que morava em Chicago, que teve sua cota de problemas para pegar um táxi”, desabafou. 

A entrevista vem em meio a protestos nos Estados Unidos pela morte de um jovem negro por um policial branco. O país enfrenta dois casos parecidos no qual a discussão sobre racismo permeia: a morte de Michael Brown em Ferguson, Missouri, e Eric Garner em Staten Island, Nova York. Em todos os seus depoimentos, o presidente Obama legitima os protestos, mas pede para que eles não sejam realizados com violência.

O casal acredita que o preconceito já diminuiu, mas é preciso mais progresso. "As pequenas irritações ou indignidades que experimentamos não são nada comparadas ao que a geração anterior experimentou. Uma coisa é eu ser confundido com um garçom em uma festa de gala. Outra coisa é minha filha ser confundida com um ladrão e ser algemada", desabafou.


Por Ana Gissoni

Comente

Assuntos relacionados: michele obama barack obama preconceito