Carolina Dieckmann sobre aborto: "A mãe deve ter a palavra final sempre"

“Prefiro o ‘sincericídio’ à mentira”

Foto: TV Globo/Raphael Dias

A atriz Carolina Dieckmann não teve papas na língua durante a entrevista exclusiva ao blog de Aguinaldo Silva. Ela falou da criação dos filhos, da carreira, da lei criada para reger crimes cibernéticos que leva seu nome e também de temas polêmicos.

Um deles foi aborto. Ela é a favor do ato, seja por motivos morais, psicológicos ou emocionais. E pensa que a mulher deve ter o direito de decidir se quer ou não abortar. "Acho que a mãe, a gestora, aquela que está ali com a criança na barriga, deve ter a palavra final sempre. O corpo é dela, a gravidez é dela, acontece dentro dela, vai mudar a vida dela", argumenta.

Conhecida por falar o que pensa, Carolina confessou que vive mesmo cometendo ‘sincericídios’. Mas não acha isso ruim. "Prefiro o ‘sincericídio’ à mentira. Acho muito difícil ser mentirosa. A mentira complica a nossa vida. A verdade é mais simples", afirmou. "Acho que a verdade aproxima as pessoas."

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente