Cabelos longos para as apresentadoras de televisão

Cabelos longos para as apresentadoras de televisão

Patrícia Poeta. Foto: divulgação/ Globo

Ultimamente, muitas apresentadoras começaram a aderir a moda dos cabelos compridos. Figuras como Ticiana Villas Boas, Renata Vasconcellos, Ana Paula Padrão e a própria Fátima Bernardes adotaram um estilo "cabelão" para apresentar os respectivos programas. Mas, será que isso é alguma febre, vindo de dentro das próprias empresas de comunicação, ou elas apenas aderiram simultaneamente à moda dos cabelos longos?

Segundo a assessoria de imprensa da TV Globo, os cabelos das apresentadoras não são nenhum tipo de "obrigação". A emissora não indica qual tipo de cabelo que cada uma deve ter e a escolha é feita pelo gosto pessoal. Glenda Koslowski, musa da cobertura da Copa, e Patrícia Poeta, à frente do Fantástico, são nomes da emissora carioca que arrancam suspiros (e fazem inveja) com a cabeleira longa.

O hairstylist Rodrigo Ferreira, do Studio W, em São Paulo, acredita que toda mulher precisa de uma repaginada, "ainda mais mulheres que assistimos todos os dias na tevê", afirma. Mas ele não acredita que essa "tendência" tenha vindo para ficar. "Hoje temos um grande mix de comprimentos e texturas de cabelos, e por isso não existe apenas um look da moda", diz.

Cabelos longos para as apresentadoras de televisão

Glenda Koslowski. Foto: divulgação/ Globo


Para ele, um dos motivos de tais escolhas, certamente, foi o poder que as madeixas grandes transmitem para os outros. "O cabelo comprido passa credibilidade e seriedade, importantes na profissão de jornalista", afirma. Além disso, toda mulher tem aquela queda por fios mais longos. "Esse look também chama mais a atenção e é mais feminino", completa.

Por Tissiane Vicentin (MBPress)

Comente