Araguaia começa hoje cheia de responsabilidade

Araguaia começa hoje cheia de responsabilidade

Foto Divulgação Globo

A novela que substitui "Escrito nas Estrelas" na faixa das 18h, na Rede Globo, começa nesta segunda-feira (27) com peso de folhetim de horário nobre. Além do elenco calibrado e do cenário, promete não deixar o público se lamentar pelo fim da trama envolvendo de Daniel, Viviane e Ricardo. "Araguaia" tem tudo para contar uma boa história e bater os recordes de ibope da novela anterior.

Assinada por Walther Negrão, "Araguaia" se passa às margens do rio que dá nome à trama. Já nos primeiros capítulos o telespectador vai descobrir que a região é cercada de mistérios. Uma maldição pregada por índios de uma tribo local sobre a família de Antoninha (Regina Duarte) será revelada. O feitiço macabro condena à morte todos os homens da família da matriarca, à beira do famoso rio. Para livrar o filho Fernando (Edson Celulari), ela entrega o menino à amiga Mariquita (Laura Cardoso). Quando ele volta ao Araguaia, não consegue perdoar a mãe pelo "abandono".

Além desse mistério, Antoninha também se envolve num "romance", com o personagem de Lima Duarte, o poderoso Max. Cansado de esperar pelo amor sem correspondência, ele se casa com Amélia (Júlia Lemmertz) e tem dois filhos, Manuela (Milena Toscano) e Frederico (Raphael Viana). Mesmo sabendo do sentimento do marido pela rival, Amélia não termina o casamento e prefere continuar a vida com ele. Max é dono de muitas terras na região e logo vira inimigo declarado dos bonzinhos da área.

A estreante Milena Toscano será uma das protagonistas da novela e viverá um triângulo amoroso envolvendo Solano (Murilo Rosa) e Estela (Cleo Pires), que é "madrasta" do jovem, viúva de Fernando, que morre no início da trama, atingido pela maldição! A briga entre as duas pelo amor do "domador de cavalos" promete.

"A novela descreve universos muito ricos e mostra um lugar no coração do país pouco explorado pela televisão brasileira", explica o autor Walther Negrão. "Essa é uma história de amor com pessoas e paisagens belíssimas, muita emoção e uma boa dose de humor. Gostaria que as pessoas viajassem com a novela". "Ela trará um Brasil desconhecido, um universo muito interessante e grandes questões da nossa história", completa Marcos Schechtman, diretor da trama.


As maldições e os romances devem dar a medida certa à novela, que vem com forca preencher um horário de sucesso. Além de "Escrito nas Estrelas", "Paraíso" também emocionou os telespectadores e garantiu boa crítica à trama, na época. Resta esperar para saber se "Araguaia" mantém os bons ventos da faixa das 18h.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente