Amy Winehouse - relembre a trajetória da cantora

Amy Winehouse  relembre sua trajetória

Foto/Reprodução Famosidades

A mulher que estava por trás de tantos makes e penteados inusitados nasceu em Londres no dia 14 de setembro de 1983. As primeiras imagens da infância de Amy Winehouse divulgadas na imprensa mostravam uma menina que gostava de se vestir de bailarina e de Minnie. Naquela época ela mal sabia o tamanho do sucesso que faria.

A cantora passou sua infância na área suburbana Southgate. O pai, Mitchell Winehouse, era motorista de táxi e a mãe, Janis, farmacêutica. Na adolescência, viveu momentos difíceis: viu seu pai abusar da mãe e deixar a família para morar com outra mulher. Acredita-se que foram estes fatos que levaram Amy a usar drogas.

Aos 10 anos, a estrela criou a banda de rap Sweet 'n' Sour, as Sour. Aos 13 ganhou a primeira guitarra e aos 16 cantava profissionalmente. Em 2003, lançou seu primeiro álbum, "Frank", mas foi com "Back to Black", em 2006, que Amy alcançou o sucesso. O disco lhe rendeu cinco Grammy, em 2008: Canção do Ano, Gravação do Ano, Artista Revelação, Melhor Álbum Vocal Pop e Melhor Performance Vocal Pop Feminina.

Após se casar com Blake Fielder-Civil, em maio de 2007, Amy Winehouse aumentou seu consumo de drogas. Um ano depois, a cantora foi presa duas vezes por porte de drogas e agressão e chegou a ser internada em uma clínica de reabilitação. De volta aos palcos, Amy mostrou que as coisas não haviam mudado. Desafinava, esquecia letras e andava desleixada.

Em 2009, Amy afirmou que levaria uma nova vida e mudou o visual colocando silicone. Mas, infelizmente, ela foi flagrada cheirando cocaína e dando vexames em shows, inclusive naqueles feitos aqui no Brasil.


Em junho deste ano, a cantora foi vaiada em sua última turnê e acabou cancelando todos as outras apresentações que faria pela Europa. Sua última aparição no palco foi no dia 20 de julho, em Londres, durante show de Dionne Bromfield.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: amy winehouse glitter amy winehouse drogas