A atriz mirim de "A Indomável Sonhadora" pode entrar para a história do Oscar

Atriz mirim pode fazer história no Oscar

Foto: Divulgação

Mesmo com pouco espaço nas salas de cinema no Brasil, o filme independente "A Indomável Sonhadora" está dando o que falar por aqui, como em todo o mundo. Afinal, a protagonista Quvenzhané Wallis, de 9 anos, recebeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz, podendo fazer história como a mais jovem a ganhar o prêmio da Academia.

Até agora, Marlee Matlin tem este título. Aos 21 anos, recebeu o prêmio de melhor atriz pela sua interpretação em "Filhos do Silêncio", em 1986. Considerando todas as categorias, o artista mais novo a vencer é a pequena Tatum O'Neal, que tinha apenas 10 anos quando conquistou a estatueta de melhor atriz coadjuvante, em 1973.

No caso de Quvenzhané, o que impressiona é que, na época das filmagens, ela tinha somente 5 anos. Inclusive, a menina fez o teste para o papel mentindo a idade, já que a produção procurava uma atriz que tivesse entre 6 e 9 anos. Na ocasião, a atuação foi tão cativante e impactante que acabou desbancando cerca de 4 mil candidatas.

Na história, a atriz mirim vive a "indomável sonhadora" Hushpuppy, que mora com o pai doente (Dwight Henry), em uma comunidade miserável e isolada que fica próxima às margens de um rio. Depois de uma forte tempestade que inunda todo o local, ambos se veem em situações ainda mais difíceis por causa de uma inundação.


Além de talentosa, a menina se mostra muito simpática e carismática nas entrevistas que tem dado para a divulgação do filme. Também comenta sobre sua preocupação com o vestido que vai usar na cerimônia de entrega do Oscar. Ela já revelou a diferentes publicações que não usará um modelo longo. "Eu poderia pisar nele e não quero me envergonhar", disse a atriz mirim a Vogue americana.

Trailer

Por Fernanda Oliveira (MBPress)

Comente