Rafa Brites desabafa sobre cesárea após 19 horas de trabalho de parto

Depois de uma longa tentativa pelo parto normal, Rafa dá um depoimento emocionante! Confira:
rafa brites cesárea desabafo

Foto: Reprodução/Instagram

Quem acompanha as notícias do mundo das celebridades deve ter visto que durante toda a gravidez, a jornalista Rafa Brites deixou claro que desejava um parto normal. Linda e gravidíssima, ela sempre deixou claro sua admiração pelo parto humanizado e o desejo de passar pela experiência. Apesar disso, após 19 horas de trabalho de parto, ela precisou passar por uma cesárea e seus planos mudaram


Veja a seguir o emocionante relato de parto dela:

rafa brites Felipe Andreoli

Felipe Andreoli e Rafa Brites (Foto: Reprodução/Instagram)

“A maior e melhor experiência que eu poderia viver. 20 horas animalescas trouxeram meu filho ao mundo. Acredite se quiser. Quando o peguei, todo ensanguentado, comecei a esfregar no meu rosto, beijar e lamber. Durante toda a gestação fiz exercícios preparatórios para o parto normal… epinô etc. Era um sonho! Só imaginava ter um filho assim. Minha bolsa rompeu no exato dia das 39 semanas e 6 dias. Dia 2 de fevereiro era até o dia que do cálculo das 40.O dia que sempre achei que seria. Às 2 da manhãs as contrações já eram muito fortes estava com 5 de dilatação sem anestesia. Aguentei firme até os 7. E pedi (por favor) por uma. 16 horas depois de romper a bolsa eu cheguei nos 10!! Na sala um clima de festa!! Agora vai!!! Eu havia estudado que essa parte era a mais rápida. Dei tudo de mim. Desloquem minha atm, vomitei …de tanta força. O Felipe do meu lado falava que estava quase. E eu fazia mais força. Perdi a noção do tempo. Mudei de posição e nada. Até que em um certo momento a Vivian minha medica disse: Rafa você já está há 3 horas empurrando. Ele não está passando no seu osso do púbis. Olhei o cardiotoco já estava bem mais baixo do que no início. E lá falou pra irmos para cesárea. Na hora eu senti uma alegria! Não, não foi frustração. Eu cheguei no meu limite. 19 horas 10 cm de dilatação. Eu havia dado o meu melhor e sabia que independentemente de como: Eu estava prestes a conhecer meu filho. Agradeci a todos na sala e disse que estava feliz. Mandei um VAMBORA gente que esse menino tá chegando. O resto foi tudo muito rápido e indolor. Felipe trouxe a caixinha de som e logo já estava com ele no meu colinho. Tão grande! Não sei como coube na minha barriga! Aí entendi aquela frase que todos dizem junto com: aproveita e dorme agora antes dele nascer… É o maior amor do mundo. Ele vem de outro lugar. Ele é físico. Dói o peito. Falta o ar. Mas mais que isso ele é espiritual. Só sei que sempre o amei. E que ele nos escolheu para essa longa viagem que é a vida e já chegou mudando meus planos. Obrigada!”

Comente