Você se relacionaria com homens extremamente vaidosos?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Vaidade masculina

Divulgação

Mulheres competitivas com objetivo de crescer profissionalmente e homens preocupados em chegar atrasados no salão de beleza. Pois é, os papéis se inverteram. Só para ter uma ideia, os gastos com beleza representam até 20% da renda dos homens, conforme uma pesquisa da 2B Brasil Marketing Research & Consulting.

Vaidosos, mas não metrossexuais, eles já incorporaram alguns hábitos até então femininos na rotina deles, como depilação, pintar os cabelos ou mesmo encher a prateleira de cremes para retardar o envelhecimento. Isso também inclui as cirurgias plásticas, principalmente de nariz (rinoplastia) e as lipoaspirações, especialmente na barriga e na cintura, nessa ordem.

Depois dos “metros”, outro termo veio para definir o comportamento deles. “Ubersexual", que se preocupa com o estilo, mas não faz depilação. É mais despreocupado com a beleza. Alguns também são rotulados como snag (sensitive new-age guy, mais sensível, que entende as mulheres). Enfim, mas como a mulherada fica nessa história? Será que elas gostam de homens mais vaidosos do que elas?

Lívany Salles, 24, começou um relacionamento e para a sua surpresa percebeu que se tratava de um homem um pouco vaidoso. “Ele gosta mais do espelho do que eu. Onde tem um lá está ele arrumando o cabelo e se olhando”, brinca.

A jornalista diz que ele não chega a ser um metrossexual, que gosta de ficar horas no salão de beleza, apenas adora bons perfumes e roupas de marca. “Pessoas que se gostam e se cuidam tendem a ser mais atraentes. Gosto, sim, de homens vaidosos. Assim como eles também gostam de mulheres que se cuidam, mas sem exageros”. Na opinão de Livany, o homem precisa também precisa se sentir bem, mesmo que para isso ele faça a unha ou compre cremes.

Livia Novaes, 22 anos, publicitária compartilha da mesma opinião e prefere homens preocupados com a aparência. “Toda mulher gosta de uma cara que se arrume pra sair ou faça a barba no barbeiro se tiver algum problema que a lâmina agrida a pele. Mas não suportaria um homem que passasse base na unha, fizesse escova no cabelo ou colocasse silicone nos braços”.

Para as duas, o problema está no exagero. “Se for um daqueles que fica horas no salão de beleza toda semana, pesquisa toda hora na internet os últimos lançamentos em perfumes e cremes e nunca está satisfeito com a aparência, acho que dificilmente eu me relacionaria, parece que você está com uma amiga”, diz.

“Eu namoraria sim, desde que ele fosse o David Beckham (risos). Gosto daqueles com vontade de se cuidar, que buscam qualidade de vida, mas com atitude de homem”, opina Livia.

Metrossexual, um amigo de Lívany chegou a revelar que na primeira depilação ele sentiu tanta dor que passou a admirar as mulheres. Já outros disseram o contrário “Tenho por mim que este estava só tentando ser machão. Enfim, meu sonho é ver um homem se depilando e gritando de dor”, brinca.


Caso o seu atual namorado fosse extremamente exigente em relação à beleza, Lívany afirma que não mudaria seus hábitos por conta disso, atitude que poderia comprometer o relacionamento. “Acredito que quando gostamos de alguém nos esforçamos para ficar mais bonita, mas isso deve ser feito de forma natural e saudável, nada pode ser imposto, feito somente para agradar, sem levar em conta as vontades do outro”, finaliza.

Por Juliana Lopes

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente