Você autossabota sua vida amorosa? Descubra

Você autosabota sua vida amorosa Descubra

Nem sempre os seus relacionamentos dão certo e, ao se questionar sobre os motivos, não consegue vê-los claramente? Talvez o problema não esteja no outro, mas nas suas atitudes. Sabemos como é difícil olhar para si e perceber que algumas atitudes podem atrapalhar a relação, se transformando em uma verdadeira autossabotagem.

Mas como sair dessa cilada e não ficar omissa aos erros fatais que podem comprometer qualquer relação amorosa? A especializada em relacionamentos Margareth Signorelli dá as dicas para você não cometer esses erros jamais. Dá só uma olhada!

Achar pode mudá-lo: No seu relacionamento você pode ser capaz de mudar algumas coisas nele, como ser menos bagunceiro ou deixar de colocar a toalha molhada em cima da cama, mas certamente com algumas coisas não terá o mesmo sucesso. Traços de personalidade são herança e, se você insistir, se sentirá constantemente ignorada e seu parceiro irritado com suas broncas. Percebendo que não conseguirá mudá-lo, especialmente se estava esperançosa em ter um futuro com ele, você terá duas opções inteligentes. Aceitá-lo como ele é, pesando que as coisas que lhe incomodam podem ser contornadas, ou procurar outra pessoa que esteja mais compatível com o que a figura que deseja para companheiro. Existe a terceira hipótese de você insistir em mudá-lo e, mais cedo ou mais tarde, chegar a terrível conclusão que perdeu seu tempo pensando que poderia tirar água de pedra.

Na prática: Pare e pense que tipo de homem quer para você. Coloque em um papel 5 qualidades que para você sejam essenciais na pessoa que você procura e 5 coisas que com certeza você não quer em um parceiro. Com este pequeno exercício você estará evitando se relacionar com alguém errado dando atenção à detalhes que não são tão importantes e, com o tempo, percebendo que o que faltava nele ou o que ele tinha de sobra eram características que você definitivamente abomina.

A hora da cobrança: Quando o namoro está no começo e os homens ouvem a pergunta: "onde vai dar nosso relacionamento?", eles congelam. O problema é que eles não gostam de ser colocados ‘na parede’ para tomarem uma decisão definitiva em algo que ainda estão descobrindo. A maioria não consegue lidar com seus próprios sentimentos e administrá-los. Então, ao invés de pressioná-lo, foque nas ações dele em relação a você. Perceba o quanto ele está comprometido por meio das atitudes, desde as pequenas coisas como atender prontamente os seus telefonemas, ser educado com seus amigos, ou se preocupar em ouvir sobre seu dia. Homens pouco interessados não investem seu tempo e energia em algo que não queiram levar para frente.

Na prática: Depois de certo tempo de relacionamento, se ainda não houve uma definição sobre o que vocês são um para o outro, converse com ele abertamente, sem cobrar nada, só fale o que está sentindo. Diga a sua verdade e não o que você espera que ele faça. Fale que para você é importante dar um nome para sua relação e que não está aberta para qualquer outra pessoa senão ele. Dessa forma você vai mostrar que respeita seus próprios sentimentos, ensinando a ele fazer isso também.

Abrir mão de seus interesses: Começar um relacionamento significa ter tempo para ele e, ao mesmo tempo, manter os seus interesses presentes em sua vida. Viver sua vida em relação ao outro e estar ‘a postos’ para seu chamado não faz ninguém feliz. Se quer realmente que sua relação funcione, tenha seus próprios interesses, senão você se tornará em pouco tempo uma pessoa mais desinteressante, a continuidade dele e não você mesma. As mulheres geralmente têm a tendência de abrir mão das suas atividades prediletas quando começam a se relacionar, o que não acontece com os homens. Não abra mão das usas paixões, você será respeitada por sua individualidade e segurança. Não se preocupe caso precise viajar a trabalho, os homens admiram e gostam deste tempo. Quando se encontrarem verá que a relação estará saudável e a saudade vai deixá-los mais interessantes um para o outro. As relações mais equilibradas e duradoras são as que os dois sempre lembram quem são individualmente.

Na prática: Mantenha os encontros com suas amigas e atividades que fazia antes de conhecê-lo. Não deixe de fazer sua ginástica. Tenha sempre em mente algo que possa fazer para você mesma sem que ele faça parte. Pode parecer estranho no começo, mas os homens respeitam e admiram as mulheres que tem seus compromissos independentes da relação a dois.

Esperança de um futuro melhor: Muitas mulheres permanecem com o parceiro com a esperança de que o futuro, de algum modo, seja melhor. Mesmo que o presente seja regado de conflitos e argumentações, elas se mantêm esperançosas sobre a possibilidade de que um dia as coisas se tornem melhores. Logicamente momentos difíceis acontecem e se a base do relacionamento é o amor, vale a pena se esforçar para que o namoro melhore. No entanto, se as discussões acontecem todos os dias e, toda vez que lembra dele se entristece, não faz sentido continuar nessa relação. Ocasionalmente discussões são necessárias, mas seu relacionamento deve trazer felicidade a maioria do tempo e este é o seu maior termômetro.

Na prática: Perceba o quanto você estão discutindo e o quanto estão se acertando nas discussões. Veja se o seu relacionamento tem como base a confiança e a comunicação saudável entre vocês. Faça esta análise e, se perceber que as discussões superam os momentos felizes, repense sua vida a dois.

O tão conhecido ‘não sei’: a maioria das mulheres não tem a menor noção dos seus sentimentos. Quando se entristecem por algum motivo e o parceiro pergunta o que está acontecendo vem a tão conhecida (e temida) resposta ‘não sei’. A atitude normal de um homem, que pensa com a lógica, é se afastar tranquilamente porque ‘não sei’ significa exatamente o que quer dizer: ‘não sei’. No entanto, essas mesmas palavras na cabeça de uma mulher gera irritação e até choro por pensar emocionalmente e se sentir desprezada com a incompreensão dele. Esta dinâmica muito comum pode ser facilmente evitada a partir do momento em que você falar claramente o que sente. Aprender a entender seus sentimentos pode parecer fácil, mas é uma prática que poucas mulheres conseguem fazer, o que dificulta o entendimento dos homens em relação ao sexo oposto.

Na prática: Pare e pense o que você está sentindo: tristeza, raiva, insegurança? Por quê? Por que você achou que ele estava conversando demais com uma amiga sua? Fale claramente, sem julgar, nem cobrar. "Estou me sentindo insegura porque achei que você estava conversando com a minha amiga por muito tempo. Existe motivo para eu me sentir assim?" Com esta pergunta você delicadamente estará colocando nas mãos dele a definição dos seus sentimentos sem acusá-lo de nada. Acredite, o resultado será muito melhor.

Não saber pedir o que quer: As mulheres têm o hábito de reclamar ao invés de pedir, o que faz com que despertem o pior sentimento possível do parceiro. Os homens têm, claro, horror de reclamação. Quando escutam uma mulher reclamar instintivamente travam e se programam para não ouvir, seja qual for o motivo. Para eles a reclamação está baseada na falta de algo e eles não querem e nem se esforçam para saber o que esta faltando. Ou seja, se você quer que ele entenda - e absorva - algo, acredite, eles funcionam muito melhor quando a mulher expressa claramente o que quer ou precisa. Um exemplo simples de desentendimento é: Ela quer que ele a convide para jantar, aí ela pergunta: "Você quer sair para jantar?", ele responde: "Não, vamos ficar por aqui mesmo", ela reclama: "Você nunca me leva a lugar algum durante a semana, estou cansada de estar fechada aqui, está uma noite linda lá fora". Pronto, o conflito está formado porque, a partir desta reclamação, ela não conseguirá mais nada dele gentilmente. Pode até conseguir, mas não será como gostaria que fosse, o clima romântico da bela noite estará quebrado. Aprendendo a pedir corretamente, irá facilitar a comunicação e conseguir alcançar cada desejo que tenha.


Na prática: Saiba exatamente o que quer e fale pela abundância e não pela falta, simplesmente diga: "Eu adoro estar ao seu lado, está uma noite linda e eu gostaria muito de sair para jantar com você hoje, me convida?" Normalmente, a primeira e mais óbvia reação para falar o que se quer é reclamar, mas a mulher sente quando o homem não quer ouvir algo e, quando isto acontecer, PARE e pense em outra forma de comunicar o que quer, sem cobrança ou reclamação. Os resultados (certamente) mudarão. O segredo é pedir sempre pelo agradecimento ao invés de esperar pelo lado do descontentamento.

Por Paula Perdiz

Comente