VERBORRAGIA 4: "Homens bons, ou são casados ou são gays".

Essa é uma mentira que todas as mulheres querem acreditar para justificar seu infortúnio. Para começar, a qualificação de uma pessoa boa ou interessante é algo muito pessoal. E o que pode ser interessante para um, é totalmente desestimulante para outro. Mas vamos aos fatos.

O primeiro item "homens bons são casados": vou pedir para vocês acessarem um bate-papo qualquer por aí. Pelo menos 70% dos homens online em bate-papos são casados. Isso é um perfil de homem bom? Pelo menos não é o perfil de homem fiel, pré-requisito básico para qualquer mulher. Homens casados não significam certificado de qualidade.

Segundo item "homens bons são gays": durante toda história da humanidade houveram gays, porém, hoje em dia, existe uma abertura maior para se falar do assunto e se assumir. É a mesma coisa com corrupção, sempre houve, mas agora está mais explícito. E não há nada de errado nisso.

Eu acredito no amor, e vou morrer assim. Mas a quantidade de pessoas que vejo e converso dizendo que não querem relacionamento, é absurda. E é exatamente no relacionamento social, pessoal e profissional que crescemos como pessoas, como humanos.

É bom demais amar e ser amado, mas muitos nem tentam por medo de sofrer. Existe uma necessidade popular de acreditar que tudo esta ruim para apaziguar a ansiedade que mora dentro de cada um. A ansiedade de encontrar um(a) parceiro(a) ideal e ter relacionamento feliz.

Mas como? Se todos acreditam que essas pessoas não existem!

Sei também que por trás desse discurso, todas guardam a esperança de que o universo as surpreenda com alguém fenomenal.

Só que todas as probabilidades são cortadas quando acreditamos que as coisas são como são.

Se você acha que os homens bons estão em falta, então eles estão. Para você. E só para você, porque pra mim eles estão por aí lindos, andando, curtindo e também esperando encontrar alguém genial como eu ou você.

OBS.: De lambuja uma foto do Deep para entuziasmá-las a Amar!

Comente