Traição de verão: dê a volta por cima

O verão é uma verdadeira ameaça aos relacionamentos. Chega a provocar uma enxurrada de separações. Os corpos ficam mais descobertos, mais sensuais e as pessoas começam a prestar mais atenção no terreno do vizinho, afinal, ele está à mostra. Assim com as temperaturas, a libido também fica altíssima. Difícil segurar o bofe, não?

Rafaella Huet, de 24 anos, conta como conseguiu dar a volta por cima depois de ser traída pelo seu primeiro amor. Depois de três anos de namoro, a estudante de pedagogia flagrou seu namorado com outra em um shopping. “Foi destino, pois nem eu e nem ele tínhamos ido àquele shopping” afirmou a estudante. “Fiquei decepcionada, mas tudo não deixa de ser um aprendizado”.

Casos como o de Rafaella são muito comuns no verão. Algumas traições são consideradas apenas “distrações”, outras acabam rendendo até casamento. O que é possível afirmar é que estes affairs geralmente acabam em discussões e problemas, afinal são traições e há sempre um enganado na história.

O mais difícil é aceitar a situação e continuar com a rotina. Não há melhor época para curar uma dor de amor do que o verão: viagens, praia, baladas e muita azaração.

“Por mais que a gente ame alguém, ame a si própria primeiro. Porque com certeza o outro faz isso, e ninguém é mais merecedor do meu amor do que eu mesma. Se para todo pé cansado, existe um chinelo velho, eu descobri que ele não era mesmo para mim. Eu mereço um scarpin”, afirma Rafaela, que hoje mantêm um relacionamento estável e maduro.

Fonte: MBPress

Comente