Suicídio: sinais de alerta e formas de prevenção

Entenda quais ações e comportamentos indicam a possibilidade de suicídio e como ajudar!
prevenção ao suicídio psicólogo

Foto: iStock-Marjan_Apostolovic

Levantamentos da Organização Mundial de Saúde estimam que a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo. A fim de ajudar na prevenção desse comportamento, o psicoterapeuta Psicoterapeuta Thiago Santos (CRP 06/135695) elencou alguns fatores importantes para saber reconhecer os sinais de alerta que, quando frequentes e combinados, podem levar alguém ao suicídio: 

Padrões de pensamento pessimistas

prevenção ao suicídio psicólogo

Foto:iStock-javitrapero

São pensamentos desprovidos de esperança, que colocam em xeque o sentido da vida e maximizam o aspecto negativo dos acontecimentos.

Discursos pessimistas e auto depreciativos

prevenção ao suicídio psicólogo

Foto: iStock-diego_cervo

Alguns discursos podem indicar a necessidade de ajuda, tais como: “Nada dá certo na minha vida mesmo”, “Minha vida não tem mais jeito”, “Não vou te atrapalhar por muito tempo”, “Ninguém me entende.”

Dificuldade demais para encontrar soluções alternativas para os problemas

prevenção ao suicídio psicólogo

Foto: iStock-BalazsKovacs

Todas as portas e caminhos parecem fechados ou penosos demais. 

Mudanças bruscas na rotina de vida

prevenção ao suicídio psicólogo

Foto: iStock-finwal

Mudanças como isolamento social sem justificativa plausível e perda repentina de interesse por atividades cotidianas que costumavam gerar satisfação.

Uso abusivo de álcool e drogas

prevenção do suicídio psicólogo

Foto: iStock-3980290905

Combinados em alguns casos com situações de risco, como direção de veículos. Esses comportamentos podem indicar autosabotagem e merecem atenção.

Fala recorrente sobre a possibilidade de suicídio

prevenção do suicídio psicólogo

Foto: iStock-AntonioGuillem

Falar sobre o planejamento de formas específicas e concretas para sua realização, acompanhada ou não de tentativas. 

Sentimentos com uma grande carga de tristeza

Veja os sinais de alerta e como prevenir casos de depressão e suicídio.

Relato de sentimentos recorrentes de tristeza, desespero e desânimo, crises de choro sem motivos bem justificados e mudanças repentinas e intensas de humor.

Como ajudar essas pessoas, promovendo a vida?

prevenção ao suicídio psicólogo

Foto: iStock-jacoblund

A principal e mais segura forma é a indicação de profissionais especializados, pessoas que se prepararam para lidar com essas questões, tais como psicólogos, psiquiatras e o CVV, Centro de Valorização da Vida, telefone 141. 

Ouvir atentamente e acolha os sentimentos da pessoa também é importante, assim como criar condições para que a pessoa compreenda as diferentes possibilidades da vida, ajudando-a a retomar a esperança.

Uma boa dica do profissional é incentivar e ofereça interações sociais saudáveis, comportamentos de autocuidado, experimentação de atividades novas e prazerosas e ajuda na elaboração de projetos, assim como restringir ao máximo o acesso a formas letais e evite deixar a pessoa por muito tempo sozinha. 

Serviço:

Psicoterapeuta Thiago Santos

Facebook: ThiagoSanPsi

Telefone: (13)98846-3499

Endereço do consultório: Rua Dr. Luís de Farias, 52, cj. 21 - Gonzaga - Santos/SP

Por Thamirys Teixeira

Comente