Sinais de que a sogra será um problema na vida a dois

Sinais de que a sogra será um problema

Foto: imagerymajestic http://bit.ly/IUhJ0F

Quem decide iniciar um relacionamento sério precisa ter em mente que o rapaz não vem sozinho. Junto com ele está também uma figura que é motivo de piadinhas e de medo: a sogra. E antes mesmo de conhecê-la, é comum a futura nora ter uma má impressão dela e já começar a preparar um verdadeiro arsenal para sair ilesa de qualquer ataque.

Porém, mal sabe a mocinha que o comportamento do namorado é capaz de dizer muito sobre sua criação e, consequentemente, sobre a mãe dele. "A mulher pode observar se o rapaz é muito dependente para fazer as coisas, se liga para a mãe por qualquer motivo, esse tipo de coisa", diz Miriam Barros, psicóloga clínica e especialista em terapia familiar, psicodrama e coaching.

Segundo a profissional, existem tipos de sogra que tiram as noras do sério: as invasivas, que chegam sem ser convidadas e que dão palpite em tudo, mesmo que não lhe peçam; as críticas, que só têm palavras negativas para tudo que a nora faz; e as mandonas, que vão ditando ordens para o filho e nora. "Elas acham que por serem mais experientes, têm o direito determinar o que o filho ou a nora devem fazer", diz Dra. Miriam.

A falta de naturalidade da nora na hora de lidar com a sogra - ser doce ou fria demais - pode atrapalhar. Segundo a psicóloga, a maneira mais assertiva é a mulher procurar perceber que tipo de pessoa é a sua sogra e aprender a lidar com ela. Se a mãe do namorado for uma pessoa autoritária e invasiva e a nora se mostrar vulnerável, com certeza ela terá problemas.

Quer saber qual é um dos erros graves das noras? É entrar em joguinhos de ciúmes e competição. Conforme explica a Dra. Miriam, algumas sogras, para se sentirem um pouco mais seguras do amor dos filhos, provocam situações nas quais eles tenham que escolher entre as duas, ou dar razão a uma ou a outra. "A nora deve ter bastante jogo de cintura para sair do jogo e não topar esse tipo de coisa", alerta.

Atenta a todo tipo de "investida", a mulher nunca deve entrar no jogo, por mais que isso seja difícil, pois muitas vezes é exatamente isso que a sogra deseja. A maneira mais assertiva de agir é respirar fundo, dar uma volta e, aí sim, responder. É um bom jeito de evitar confusões maiores.

"Se e a nora perder a linha e discutir, pode acabar ficando como a ‘louca’ ou a ‘má’. Portanto, deve colocar os seus limites de forma respeitosa, mesmo que a sogra tenha uma postura desrespeitosa. Ela só terá a ganhar se agir assim", orienta a psicóloga.

Se a situação passar dos limites, a mulher pode conversar diretamente com a sogra ou usar o namorado como canal para apaziguar a relação, mas o papo com a sogra só deve acontecer se a nora perceber que existe uma possibilidade de entendimento. Aí vale a pena convidá-la para um café e conversar de forma amistosa.


Se for impossível, recorra à segunda opção. "Mas cuidado com o que vai falar da mãe dele!", avisa Dra. Miriam. "Por mais que ele saiba dos defeitos dela, ninguém gosta que outra pessoa critique a sua mãe".

Em qualquer conversa, cujo tema é um problema, ou do que alguém fez algo ruim para nós, a psicóloga dá uma dica preciosa: é importante falar na primeira pessoa. "Eu me sinto … quando sua mãe fala…" e não julgar ou criticar: "Sua mãe é uma … porque disse…". Quando usamos a primeira forma costumamos ter mais sucesso naquilo que queremos mostrar, pois o outro não vai se defender se não se sentir atacado. Isso vale para a conversa com a sogra também!

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?