Separação no casamento: como superar essa dor?

Separação no casamento

Foto: Jamie Grill/Tetra Images/Corbis

Quem nunca sofreu por uma paixão, não viveu a vida do jeito certo. A dor de amor, principalmente quando se trata da separação no casamento, é algo cortante e que, em alguns casos, pode deixar a pessoa muito mal, beirando a depressão. Na maioria das vezes, todo mundo sobrevive para contar a história e se apaixona novamente, mas como diminuir um pouquinho a dor da separação?

Por se tratar da ruptura de um plano de vida, um término amoroso causa uma enorme decepção, como se algo lhe fosse tirado. O sonho do "felizes para sempre", na verdade, lhe foi mesmo arrancado dos braços quando parecia tão próximo. Mas existem algumas atitudes que podem (ou não) serem tomadas para que a dor dure um pouco menos e o coração se recupere para uma nova empreitada.

De acordo com a estudante de engenharia Gabriele Gonçalves, de 19 anos, é possível diminuir essa dor, mas não é algo tão fácil. "Um sentimento verdadeiro não vai embora de uma hora para outra, lembranças virão a todo instante e a saudade vai bater forte", afirma ela.

Uma das coisas que não se deve fazer num momento em que se espera superar um amor é ficar atrás dele nas redes sociais, ligar o tempo todo, perguntar aos amigos onde, com quem e quando ele saiu. Apesar de a curiosidade para saber se ele está tão mal quanto você ser grande, é importante que você se concentre no que sente e no que quer sentir dali para frente, ao invés de se espelhar no comportamento do ex-companheiro.

Ruth Vanessa, contabilista, de 24 anos, diz: "Passar o tempo livre sozinha também é algo que prejudica. Quando você está sozinha, os pensamentos e indagações podem se voltar com facilidade para o término". E ficar remoendo os assuntos, as culpas, as mágoas não vai fazer nada bem para a sua recuperação.

Aproveite que agora você não precisa sair com o namorado e encontre aquelas amigas que você não via há meses (ou até anos). Almoce com a sua família em lugares diferentes, planeje uma viagem, entre num novo curso, comece a tocar algum instrumento ou aprenda um novo idioma. "Você deve passar a se importar mais com você mesma e, dessa maneira, buscar as coisas que faziam você feliz, mas que ficaram de lado com o relacionamento", explica Ruth.

E não tente se desfazer de todas as coisas que representam os momentos que vocês passaram juntos. Lembre que essa experiência é parte de sua vida e você não pode apagá-la só porque não deu certo. "Guarde as fotos em que estão juntos ao invés de jogá-las fora, afinal, fazem parte da sua vida. Coloque-as numa caixa bem escondida, ou em um pen drive em alguma gaveta", aconselha Gabriele. Um dia você ficará feliz por ter vivido momentos tão bons e vai querer relembrar o quão feliz vocês foram juntos, mesmo que por pouco tempo.

Tome também muito cuidado com quem você abre seu coração. É muito comum ficar se lamentando para todos que desejam um simples "bom dia", mas tente manter a calma e comporte-se como se tudo estivesse bem. Aos poucos as coisas realmente vão ficar. "Desabafe com seus amigos de confiança e sua família. O mundo não precisa saber que você tomou um pé na bunda e chorar para o vizinho não vai amenizar em nada seu sofrimento", ironiza a estudante.

Também evite tentar curar um amor com outro (por mais que pareça lógico e sensato, você vai acabar dependente de uma nova pessoa), não difame seu ex por aí, não se culpe por não ter dado certo e não pense no assunto o tempo todo. Pode parecer difícil, mas se você se concentrar um pouquinho mais em si própria, no que gosta, na sua felicidade e distração, a dor pode aparecer com menos frequência.

O que fazer depois da separação?

Resumindo as dicas:

1) Não fique paranóica atrás do ex-companheiro para saber exatamente tudo o que ele faz.

2) Não fique muito tempo sozinha remoendo mágoas, distraia a mente.

3) Guarde as coisas que fazem você se lembrar dos momentos que passaram juntos.

4) Evite colocar sua felicidade nas mãos de outras pessoas, aprenda a ser feliz sozinha primeiro antes de engrenar num novo amor.

5) Procure não difamar seu ex-companheiro nas rodas de amigos e, muito menos, na internet.

6) Desabafe apenas com pessoas próximas e confiáveis.

7) Ocupe seu tempo com atividades prazerosas e que lhe distraiam do término.

E mantenha-se calma caso as semanas passem e você ainda pense no seu ex. Isso é normal e completamente compreensível. O importante é que você entenda o que está sentindo, amadureça com a experiência e adquira autonomia emocional para ser feliz por conta própria. Assim, será muito mais fácil encontrar um novo amor e seguir em frente caso não dê certo novamente.


Por Juliany Bernardo (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: separação casamento