Relacionamento: os jogos de amor nos tempo das redes sociais

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
o jogo do amor e a internet

O jogo do amor parece ter a participação de muito mais gente do que apenas vocês dois, o que você acha? Foto: © Emma Rian/Corbis

Estamos vivendo uma nova era dentro dos relacionamentos, aliás, dentro das crises nos relacionamentos. Desde que as redes sociais se tornaram o novo passatempo da humanidade e local para expôr o que é o que não é legal, vemos discussões, vídeos e situações pessoais sendo mostradas para bilhões ao mesmo tempo.

Agora está na moda terminar o namoro por SMS, e divulgar os momentos após ter feito sexo no Instagram. Diante disso nos perguntamos o que tudo isso quer dizer. É claro que há muitos significados, mas nenhum deles se refere ao relacionamento, ou a amor, ele remete a excesso de exposição e egoísmo.

Olhamos em volta e vemos algumas situações bem chatas e tristes graças ao mau uso das redes sociais entre os casais, uma vez que usamos essas redes para conversar e tratar assuntos sérios muitas vezes. Lembra daquela ligação que esperávamos por horas? Agora ela se transformou em mensagens no Facebook e no Whatsapp.

A tortura e os joguinhos continuam os mesmos, e a gente não tem garantia de nada é claro, mas com uma diferença, antes a gente tinha que conhecer para descobrir os "podres" dele, agora, basta fazer uma pesquisa, jogar o nome dele no Google e voilá, teremos algumas dicas.

Declarações de amor em redes sociais parecem contar mais do que aquelas que eram tradicionalmente ditas pessoalmente. Isso é bom para os tímidos e para aqueles que gostam de plateia.

Depois do término do relacionamento é melhor bloquear seu ex no Facebook e no Instagram. Pode ser que no dia seguinte, ele comece a postar fotos da nova vida e você pode notar que ele não está triste, muito pelo contrário.

As desilusões e sofrimentos próprios do amor acontecem da mesma forma, o que mudou é que agora tudo está mais rápido e online, e no fim das contas, você fica sabendo de tudo, mesmo sem querer saber. Vale a reflexão.


Por Giseli Miliozi

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente