Recaídas - Sexo com o ex

Recaídas  Sexo com o ex

Você não é primeira e certamente não será a última. Toda mulher já teve aquela recaída pelo ex e acabou na cama dele, quase sem querer. Pois é, o fantasma do ex-namorado ou ex-marido fica rondando até que você consiga se livrar dele - ou dê o coraçãozinho (e o resto do corpo) para outro.

O problema de manter o ex por perto é que você pode ficar com ele como step na cama e não conseguir se livrar mais do sentimento que, provavelmente, já acabou. Dependendo de como terminou a relação, pode ser que você ainda tenha esperanças e ele, só queira mesmo o prazer na cama.

Mayra “deu sorte”. Teve um caso secreto com um ex enquanto os dois já tinham novos namorados. Mesmo com a traição, ela não se arrepende. “Era super legal, não tinha paixão, só atração e confiança, pois sabia que ele não iria comentar com ninguém”. Segundo ela, depois que o namoro acabou os dois continuaram muito amigos. “Só não nos vemos mais porque ele foi morar longe”, confessa.


Já Andrezza lembra que, logo que terminou com Pablo, nem sonhava com a ideia de transar com outro. “Descobri o sexo durante o nosso namoro e acho que, inconscientemente, ligava a prática a ele”. E acabou indo com o ex para a cama, por carência e saudade. Ele, só queria mesmo curtição. A relação, é claro, não era emocionalmente saudável porque assim, Andrezza não dava chance para mais ninguém aparecer. “No caso dela, é preciso cuidado com uma nova experiência sexual porque as comparações são inevitáveis e as primeiras vezes nem sempre são marcantes”, lembra a terapeuta Silvia Romão.

Por isso, preste atenção aos sinais. Não se deixe envolver novamente por algo que, provavelmente não existe mais para ele. “Muitas mulheres ficam com a impressão de que o sexo só funciona com o ex e não se vêem com outro na cama”, diz Silvia. Mas aí o step vira âncora e elas não conseguem se envolver com outros. E aí o que era para ser uma noite de diversão e prazer pode se transformar em depressão.

Então, se não estiver bem resolvida com o sentimento - e aberta para outros mesmo tendo o ex vez ou outra na sua cama - evite a prática. “Às vezes um amigo pode ser uma melhor opção que um ex, para um dia de solidão”, indica a terapeuta.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente