Quem disse que eles não querem namorar?

Quem disse que eles não querem namorar

Eles querem e pensam em namorar mas desencontros acontecem. Foto: © Eric Audras/Onoky/Corbis

E quem disse que os homens não querem namorar? Onde está escrito? É algum decreto, lei, contra o namoro escrito para homens? A primeira coisa a fazer é: pare agora de pensar que os homens não querem namorar. É mentira, meninas. Pode ser que algum deles em específico não queira namorar agora, e esse seja exatamente o cara que você quer namorar, somente isso. Nada mais. Isso acontece, a vida é assim mesmo.

E conviver com isso é muito importante para você encontrar alguém legal, assim sem querer e sem focar muito nisso. Os homens querem a mesma coisa, e também encontramos alguns reclamando por aí, e então pensamos, "Mas como? se tem tanta mulher sozinha", pois é. As estatísticas não contam acasos, desencontros, sorte, azar e com o fato de que normalmente as melhores acontecem quando estamos distraídas. Do mesmo jeito que existem homens que não estão procurando parceira fixa, há mulheres muito bem solteiras. Novamente - isso acontece, a vida amorosa é assim mesmo. Quando a gente entende isso, fica bem mais fácil levar a vida.

E aí que tudo que parece pode não ser verdade.

Além desses detalhes normais, há aquelas pessoas que sentem uma vontade incrível de estar com alguém, mas morrem de medo de se sentirem presas e achar que um namoro estável pode descaracterizar a personalidade, e se fecham. São verdadeiras conchas, ao menor sinal de envolvimento somem, são os amores líquidos, do qual já falamos aqui.

Cada pessoa tem um objetivo e se o seu é namorar, não vá achar que vai conseguir decifrar se aquele homem e aquela mulher querem namorar. As coisas simplesmente acontecem, e de repente estamos ali apaixonados, namorando ou não. Já parou para pensar que provavelmente, muita gente, solteira convicta pode mudar de ideia? A coisa funciona assim: o amor, ou qualquer outro sentimento brota, ou se cultiva e isso leva tempo. Vamos criar nosso tempo.


Por Giseli Miliozi

Comente