Quando surge o envolvimento com o amigo do ex namorado

Quando surge o envolvimento com o amigo do ex namo

Se interessar por um amigo de um ex-namorado. Complexo, né? E bastante comum também! Muitas de nós já passaram por isso e as dúvidas sobre como agir em uma situação como essa não são poucas.

Michelle* já viveu os dois lados dessa história. O fácil e o difícil. Uma dessas histórias começou quando ela estava na faculdade e saiu por algum tempo com um rapaz. "Foi divertido, gostei dele, mas acabou e não nos vimos mais depois da faculdade".

Mais ou menos cinco anos depois ela reencontrou em uma balada o melhor amigo desse ex, que também havia feito faculdade com eles, e então surgiu o interesse. Eles ficaram e o rolo acabou indo para frente e se tornou um namoro.

"No começo fiquei super preocupada, mesmo sabendo que já fazia muito tempo. Por mais que não rolasse interesse no ex a situação podia ser desconfortável, já que convivíamos bastante. Eles são melhores amigos e muito próximos. Conversei com o ex e ele disse que não tinha nada a ver e que estava tudo certo. Foi a melhor coisa que fiz".

A situação difícil aconteceu quando Michelle* terminou com esse novo namorado. "Ele aprontou comigo e eu tive a pior idéia que uma mulher traída pode ter, me vingar. O problema é que só notei isso depois, né?". Em uma balada ela acabou ficando com um outro amigo dele e aí o circo estava armado. "Meu ex ficou muito bravo, quase terminou a amizade com o amigo e o resultado foi o que eu acabei me afastando de todos porque por mais que ele tenha aprontado primeiro ficou muito feio para mim".

A psicóloga especializada em comportamento humano Cássia Aparecida Franco explica que antes de tudo é interessante observar como fazemos nossas escolhas nos relacionamentos. Frequentemente escolhemos por afinidade. "Nos agrupamos por semelhanças e idealizamos que tudo será perfeito". Outras vezes escolhemos pela diferença. "Aguça a nossa curiosidade, nos faz questionar a vida, nos tira da zona de conhecido conforto".

Cássia explica que namorar um amigo do ex, como se envolver com qualquer outro homem, pode acontecer por um desses dois motivos. E se o interesse for verdadeiro, vale arriscar. Nessa hora é necessário pensar sobre como agir e que conversar com o amigo é sempre uma opção boa. "Muitas vezes, ao conversar sobre o encantamento que outra pessoa nos desperta, reencontramos e aquecemos caminhos antigos, que já não eram há muito tempo percorridos."

Se o romance começou ou parece que vai rolar, surge outra dúvida, desta vez sobre como se comportar em relação ao amor antigo. A solução também pode ser a conversa, mas nesse caso é uma boa usar o conhecimento que se tem sobre o ex para descobrir qual é a melhor maneira de agir.


Mas se no fundo de tudo há um caso da vingança: "Já diz um antigo ditado: ‘a vingança é um veneno que se toma, esperando que o outro morra’. Ficamos um tempão grudados, focados em uma pessoa, no ensejo de derrubá-la. E neste tempo, continuamos a lhe prestar homenagem, nem que seja apenas com o nosso pensamento obsessivo". Vale a pena refletir!

*nome fictício

Por Larissa Alvarez

Comente