Qual o papel do seu namorado na relação?

Créditos: Getty Images

Sempre vejo meninas reclamando de seus namorados/noivos de que eles não colaboram, que se sentem pressionadas, que têm que se adaptar às manias, vontades e desejos e que, depois de algum tempo, o relacionamento acaba e o carinha nem fica chateado!  Acho que isso é sintomático. Quer dizer que você precisa prestar atenção aos sinais que o relacionamento vai mostrando e, mesmo que ignore, eles vão se voltar contra você.

Vou explicar meu causo. Meu "problema" é que nasci negra num bairro de brancos e ainda sou gordinha. A maioria dos caras que conheci e que tinham real interesse em mim, jamais me assumiriam. E é um hábito nojento esse, mas ao qual acabei me acostumando. E tolerando por um tempo.  Porque quando se está em  um ambiente em que só você é rejeitado, a insegurança bate forte, claro. Levei tempos para entender que eu não tinha problemas e que era o local que não era para mim. Também por isso brigo tanto pela questão da auto estima, e de entender o que a pessoa na sua frente está dizendo. Ter muita mulher solteira não é o problema. O problema não é também ter mulher que quer se divertir. O caso mesmo é que no fundo, existem mulheres que toleram, seja por cinco meses, anos, seja por toda uma vida, que os homens sejam chauvinistas.

As revistas ensinam as mulheres a conseguir e a manter uma relação e geralmente se recorre  elas para aprender a lidar com o sexo oposto. Esse papel é mesmo nosso? Ou ainda só nosso? Porquê eu tenho q estar perfumada, arrumada, linda, cheirosa, maquiada, com um vestido fantástico e ele de pólo e calça jeans? Pq eu tenho q ser criativa na cama, estar sempre sugerindo coisas, inventando jantares, saídas, noites diferentes, comprando lingerie, mudando cabelo, unha, roupas... Qual é o papel do homem numa relação? Não é só dar carinho e dizer que me ama (e da boca pra fora muitas vezes). Eu aprendi que pra me ter do lado, ele tem que se esforçar também. 

E, quando vamos reclamar que o namorado não colabora, ele diz que se sente pressionado? E que pressão é essa que é constante a nós e que ninguém liga? Pior, nós achamos que é nosso papel, que é NORMAL. Essa palavra vem de norma, e toda norma é imposta. Nada disso é natural. É imposto. É hábito. E são hábitos que precisam ser mudados. Não somos nós que temos que nos adaptar totalmente ao namorado. Nem eles a nós. A coisa toda é consenso.  Se ele não consegue ter, que arranje alguém mais parecido com ele. Essa coisa de opostos se atraírem é só uma frase homofóbica! Ou uma lei da física. Viver sozinha, se for para viver melhor, não é o fim do mundo. É solitário às vezes, mas se conhecer, se respeitar, saber se impor, valem mais a pena. Só não pode, também, virar uma pedra rude e cheia de manias que não concede nada para ningém, pq daí, se aparecer alguém legal, afugenta!

Voltando ao "muita mulher na praia", lembro de um amigo dizer que não sabia pq as mulheres se preocupavam tanto com certos detalhes. Homem quer mesmo é ter uma mulher do lado. É só ela topar e o cara já fica feliz. Se ele vai te amar e idolatrar por toda a eternidade (como a gente tende a achar que é o correto - mas isso tá mais pra sonho mesmo) não sei, mas sei é que é a mulher que tem o poder de dizer que sim ou que não. EU escolho com quem eu transo, com quem me relaciono. ESCOLHO, não fico eufórica com o que quer que tenha aparecido, desesperada com a possibilidade de ficar sozinha para "sempre". Ter altos padrões, ser seletivo, é também se respeitar. Afinal, quem vai acabar sofrendo depois sou eu mesma. E sofrendo por algo que EU deixei que acontecesse...________________________________________________________________________________________________

Escrito por Mabia Barros com o que ela vê por aí. Se faltou dar crédito a algo seu, avise-me!

Written by Mabia Barros with everythig she sees around. If I had forgotten to give credit to something yours, give-me a note!

[imgImportadorBlog-2]

Comente