Porque discutir a relação é tão chato?

Porque discutir a relação é tão chato

Foto Getty Images

Será que é tão chato mesmo? Dizem por aí, que quem gosta de discutir a relação são as mulheres, já que elas falam bem mais que os homens. Fato este, cientificamente comprovado. Nada disso.

O que pode ou não ser chato, é não falar dos problemas ou dos sentimentos, logo que se sente necessidade. O acúmulo de dúvidas gera ansiedade, e um dia, essa agonia se traduz em discutir a relação.

Quando alguém fala essa frase, ou diz, geralmente significa que a coisa não anda bem, e que dessa conversa sai um rompimento, ou uma mágoa, ou dôr de cabeça, daquelas. Nesse caso, querida Vilamiga, é por aí mesmo, geralmente é encrenca. Mas falar do que se sente, seja lá o que for, é sempre melhor do que omitir, ou pior, reprimir.

Discutir a relação pode ser iniciativa tanto do homem quanto da mulher. Se a mulher costuma ter a iniciativa, faz parte da natureza. Porém, isso não deve ser visto como algo negativo, rapazes. Quem ama se importa, se sua amada não se importasse, ela não gastaria nem dez minutos de papo com você.

E já que o negócio será discutir esse relacionamento, vamos dar algumas sugestões bem interessantes.

A discussão da relação não precisa ser sempre regada a choro, ela pode ser regada a vinho.

Outra dica é não falar tudo que lhe vem à cabeça de uma vez, pense bem e faça um resumo, antes, com a cabeça fria, o que vale a pena discutir. Um papo mais rápido deixa mais tempo para uma posterior reconciliação. E sabemos muito bem onde terminam as reconciliações. Portanto, tentar planejar.

Escolha bem o momento para conversar com seu amado, não pense em fazer isso depois da balada, na balada ou em um jantar descontraído. É a pior coisa. Você está ali para se divertir. Cada coisa tem seu momento.

Fale quando estiver sozinha com ele, nada de jogar indiretas na frente de amigos e família, isso é falta de classe e elegância. Se coloque no lugar dele, você gostaria que fizessem isso com você? Sem contar no constrangimento das pessoas que presenciam a cena.


E lembre-se discutir a relação é para quando precisa. Portanto, não torne isso um hábito.

Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento sexo amor vinho choro ansiedade