POR QUE AS MULHERES TRAEM???

Vamos admitir a fraqueza no gênero feminino, afinal é um defeito da espécie animal. As mulheres também traem, porém, os motivos que nos levam a cometer tal fato são bem diferentes dos motivos masculinos.

Desde os primórdios da humanidade, fomos projetadas para sermos o sexo frágil. Enquanto o Homo sapiens das cavernas saia para caçar, sua parceira ficava com a prole se incumbindo da defesa dos filhos. Desenvolvemos instintos diferentes. Por natureza, tendemos a ser mais caseiras, mais amorosas e de certa forma, até mais conformadas.

Por sua vez, o lado masculino da humanidade, tende a ter um desejo nato pela liberdade, vontade de explorar o desconhecido, necessidade de se afirmar como macho dominante. Razões lógicas que nos levam a nos comportar como nos comportamos automaticamente quando não nos policiamos ou quando o meio no qual fomos criados favorece isso.

Verdade é que até mesmo a mais devassa das mulheres, no fundo do seu âmago, ainda projeta a imagem de um príncipe encantado concebida na infância, porque a sociedade moderna cria meninas para serem mães, esposas e meninos para serem garanhões (existem exceções). Por culpa da criação, muitas vezes pessoas adquirem problemas que carregam consigo por toda a vida. É difícil ver um pai estimulando seu filho a brincar de boneca (porque na maioria das cabeças bitoladas, ele viraria homossexual, quando o que poderia ocorrer é exatamente o contrário. Mulheres gostam de crianças e sabem cuidar dos seus bebês porque brincam de boneca, homens têm dificuldade em cuidar dos filhos e dividir tarefas com suas esposas porque foram afastados dessas atividades quando pequenos como se isso fosse repulsivo para eles, como se executá-las indicasse uma fraqueza, uma rachadura na rocha da moral e na virilidade masculina. A sociedade tende a subestimar as atividades femininas, quando na verdade são tão importantes quanto às dos homens e nada existiria se não fosse o conjunto. A mulher é mais facilmente aceita executando tarefas masculinas, do que o macho executando tarefas de fêmeas. Uma idéia errada concebida ao longo de muitos anos. Quanto elas tomam um espaço deles, isto é visto como um avanço, um demonstrativo de força. Quando eles tomam o espaço delas, isto é visto pela sociedade como um exemplo de fraqueza, retrocesso. Por isso ainda o preconceito é tão grande contra os homossexuais), estimulando o mulequinho a ser monogâmico, dizendo a ele que mulheres e meninas merecem respeito e que casar, ser fiel e constituir família, é um dos objetivos mais bonitos que um ser humano pode ter na vida (porque afinal, quem é sozinho não tem nada. Todos ficarão velhos, e a beleza se vai. Quando ela for, não gostaríamos da cama gelada e vazia a noite). (Não estou generalizando, nem todas as pessoas educam seus filhos dessa forma, ou são assim, estamos analisando o comportamento de uma parcela da sociedade) Se garotos fossem estimulados a ver a figura da mulher como companheira, ser igual, diferente apenas por detalhes físicos, se eles não fossem educados pela sociedade e muitas vezes pela família a ver mulher como um pedaço de carne, casamentos durariam mais no futuro, haveria mais respeito, mais amor, menos traição e mais felicidade. Não digo que todos os problemas relacionados a relacionamentos fossem resolvidos, mas uma parcela bem grande deles poderia encontrar a solução.

O que quis dizer com tudo isso, é que A e B tem desejos e prospecções diferentes, quando um não busca entender e compreender o outro, quando as partes em acordo não cedem para o bem comum, as pessoas tendem a usar válvulas de escape para os problemas... Uma fuga da realidade ainda que momentânea. A traição é um exemplo.

Chegamos ao ponto, tudo o que disse acima é para fundamentar com argumentos os motivos da traição feminina. Traímos não por apenas por sexo ou instinto como a maioria dos homens (não podemos negar que isso também acontece), traímos por falta de amor, falta de afeto, falta de carinho, distanciamento. Para o homem quase sempre a questão prática conta mais. Com o passar dos anos, eles acabam achando que apenas cumprir suas obrigações sexuais com uma penetrada de 30 segundos é o suficiente! Certamente eu afirmo para os marmanjos de plantão, não é!!!!!! Mulher gosta de carinho, afeto, abraços, beijos, carícias, amor! Mulher não quer apenas ser “comida”, quer ser amada. E por instinto natural de evolução, dia após dia o homem vai esquecendo a capacidade de amar sua companheira. Por mais que dentro do peito dele o coração ferva por ela, ele não fala, não demonstra, não a toca como antes, não designa tempo para ela. Muitas vezes, ao invés de falar, a mulher por cultura, sente muita vergonha, se cala e sofre quieta, se distancia mais do parceiro e os dois por final acabam a nem se quer ter relações. Quando isso acontece, a dona Maria vai procurar o João buscando suprir o afeto. E por mais que não encontre amor nos braços de outro, tem carinho, o que já não há na sua casa.

O tempo desgasta todas as coisas, é preciso buscar a cada dia alimentar o amor, o afeto, a cumplicidade. É necessário empenho das duas partes para conseguir manter uma relação sincera, e nem assim se estará livre da tentação.

Comente

Assuntos relacionados: traição mulher tentação