Paquerinha (des)pretenciosa

Vou te contar, não tem nada melhor para elevar a auto-estima de uma mulher quando ela é paquerada. O bofe era simplesmente lindo!!! Tinha idade para ser meu filho e descaradamente me abraçou, assim, na lata, (!) Como se me conhecesse a muito tempo. "

_ Ei menino, dá pra tirar o braço do meu ombro?"

Em meio ao barulho da bandinha e perdida na multidão, perguntei fazendo ar de zangada. Pôxa, eu sou casada...Não estava ali caçando homem, só queria me divertir, ver o ensaio da bloco enquanto o maridão tava por aí, sei lá onde e com quem, como é de praxe todo sábado ele sumir depois do trabalho...

"Sinto muito, mas vou grudar em vc"...Gente...sabe quando a sua auto-estima tá no chão, e vc sai de casa sem nenhuma pretensão, tipo assim, sem nenhuma super produção, de chinelinha rasteira e rabo de cavalo? E vem um deus grego bem alí na tua frente te fazendo sentir a mulher mais linda do mundo? E você se pergunta : -É comigo mesma? Seria uma pegadinha? Ele tá me achando com cara de madame que paga garotão? Peraí...tem alguém querendo tirar sarro da minha cara...

Desisti de tirar o braço dele do meu ombro, tentei diversas vezes e ele novamente me abraçava...me venceu ( ou convenceu) pelo cansaço...ficamos abraçados, acompanhando o bandinha no calçadão da praia. Detalhe: A mulherada não tirava o olho da gente. meninas bonitas secando o moranão e ele todo satisfeito do meu lado...rs.

Mas parei por aí...não rolou beijo ou pegação, a málicia ficou só nos pensamentos.

Momentos depois caí na realidade. Com a desculpa de ir no banheiro, tomei um taxi e fui embora....

Sábado estarei lá novamente. Quem sabe o deus greco estará com todo o deu atrevimento me esperando...rs.

Comente