Onde encontrar um amor?

Onde encontrar um amor

Quem está solteira porque ainda não encontrou alguém que ‘valesse a pena’ aproveita para curtir a vida, sair com as amigas, ir para bares e baladas. Mas se você é uma dessas pessoas, com certeza já ouviu da sua mãe, irmã casada ou qualquer outra pessoa: "Não adianta ir para balada, lá você não vai arrumar ninguém que queira algo sério". Mas então, onde encontrar o amor?

A solteira Danielle Teixeira, de 28 anos, conta que já ouviu essa história milhares de vezes, mas apesar de dizer que não tem idéia de onde encontrar o amor, ela tem uma boa resposta para quem diz que a balada não é o lugar. "As pessoas que estão na balada são as mesmas que estão na academia, no trabalho e no café. Não sei se existe um lugar certo para encontrar um amor, mas acho que ficar em casa e não sair torna ainda mais difícil ser solteira ou pelo menos bem menos divertido", brinca.

A prova de que Danielle não precisa perder as esperanças está na história de Carolina Freitas, de 23 anos. Carolina estava solteira há um ano e nem pensava em ter nada sério com ninguém, já que antes disso havia emendado dois namoros sérios. "Um dia fui para balada com a minha turma de amigos, homens e mulheres, e um deles levou um amigo que eu não conhecia e havia acabado de terminar um noivado". Carol se interessou pelo ‘novo amigo’, mas a primeira coisa que ouviu foi que ele estava querendo curtir a vida após o longo namoro. Naquela mesma noite eles ficaram.

"Eu achei que ia parar por aí, afinal era o que tinham me falado, né? Mas depois desse dia ele não parou de me ligar e menos de um mês depois me pediu em namoro, já faz um ano e meio. Pra dizer a verdade não sei se acredito nessa história de que a pessoa decide que não quer nada sério e assim não se deixa envolver. Isso vale até a hora que encontra alguém por quem se apaixone".

Carolina tem um exemplo em casa de que o amor pode estar mesmo em qualquer lugar. "Meus pais se conheceram no Carnaval em um clube. Logo começaram a namorar e estão juntos há quase 30 anos. Acho que com uma história dessas em casa, fica fácil acreditar que é possível achar um amor em qualquer lugar", diverte-se.

Mas se você está em busca e sem muita sorte como Carolina, vale receber dicas de onde procurar. Será que existe algum lugar onde as pessoas ‘disponíveis e interessadas’ estejam? O Vila Dois conversou com o psicólogo especialista em relacionamentos, Silmar Coelho, que acredita que sim que um homem como o buscado por Danielle não é encontrado em qualquer lugar. Para ele, os melhores lugares para buscar um amor são festas familiares, locais de trabalho e escola.

Além disso, algumas características podem mostrar se o rapaz que você conheceu é um ‘homem para dar certo’ ou não. "Deve ser alguém que valoriza a família. Bom filho, já que todo bom filho é um bom marido. Quem grita com a mãe vai gritar com a esposa. Trabalhador, pois a causa número um das separações é o dinheiro".


E talvez você possa não estar procurando no lugar errado, mas agindo de forma errada. Sobre isso, o psicólogo é bem direto: "Deve procurar sem desespero, sem se expor demais. O homem nasceu para "caçar", quando à "presa" é muito fácil, ele parte para outra. Ninguém precisa procurar a pessoa certa, precisa ser a pessoa certa. Somente a pessoa certa vai encontrar a pessoa certa. O erro atrai outro erro".

Por Larissa Alvarez

Comente