O que podemos aprender sobre casamento com o filme “Garota Exemplar?”

Expectativas atendidas com o filme, excelente
garota exemplar

O casal protagonista do filme Nick e Amy Dunne em momento feliz.Foto/Imdb

Fui ao cinema cheia de expectativas para assistir “Garota Exemplar” do diretor David Fischer, o mesmo de “Clube da Luta”.  As minhas expectativas foram satisfeitas em grande estilo e ainda saí do cinema com aquela sensação de espanto e de mente revolta.

Muito além do enredo e roteiro ótimos, ele aproxima a lente ao observar um casamento e suas intermináveis questões.

Sem querer soltar um spoiler por aqui, posso dizer que algo que pude constatar – ninguém conhece ninguém totalmente. Não importa quanto tempo se viva junto.

Mas o que eu aprendi com a Amy? O de sempre, o que não fazer. Porque o devemos fazer, a gente sempre sabe, mesmo que não pratique e de fato, deixe pra lá. Amy Dunne desaparece misteriosamente no dia em que completa 5 anos de casada com Nick Dunne. A partir desse fato começam a surgir inúmeras perguntas sem resposta.

Essas respostas começam a revelar muito mais do que Nick sabia sobre Amy e então fica a questão: é realmente necessário saber absolutamente tudo sobre o outro, seu passado, presente e futuro? 

Talvez seja uma espécie de fetiche que alimenta a fantasia de alguns, mas saber algo não traz nenhuma garantia de ser feliz com outrem. Ou será que traz? Eis a questão.

Eu diria que depende caras leitoras, depende muito de cada uma de nós. 

Quando nos envolvemos com alguém novo, a primeira coisa que perguntamos é – o que você faz da vida? Quais seus gostos? E, etc. Depois a gente conhece o sexo, se apaixona, mas não há excitação que resista ao mistério permanente do passado. Saber quem são os pais, e o que mais houver é instintivo. Mas e quando é o futuro que se mostra totalmente incerto? 

Fica a dica. Recomendo. 


Comente

Assuntos relacionados: cumplicidade casamento