O primeiro beijo homossexual da TV!

O primeiro beijo homossexual da TV

Walter Forster e Vida Alves (Novela Sua Vida Me Pertence)/ Eva Wilma, Aracy Balabanian e Vida Alves (TV Tupi)/ Fotos: Arquivo Pró-TV

Se um beijo entre dois homens ou duas mulheres na televisão ainda causa uma certa polêmica hoje em dia, imagine isso na década de 60. Quem fez tal ousadia foi a atriz Vida Alves, no teleteatro "Calúnia" (TV Tupi). Na peça escrita por Lilian Helmann, Vida e a atriz Geórgia Gomide viveram as professoras Karin e Martha, que depois de serem acusadas de lésbicas pelas alunas se revelaram uma apaixonada pela outra com um beijo homossexual.

"Levei um susto quando fiquei sabendo que iria beijá-la. Mesmo porque já era casada na época. Mas como o meu marido era italiano - engenheiro elétrico contratado pela TV Tupi para instalar as câmaras de Assis Chateaubriand - ele entendia perfeitamente porque no cinema italiano isso já era comum. Foi um beijo delicado e bastante reservado", conta a atriz que atualmente está com 80 anos e já atuou como produtora e apresentadora.

O primeiro beijo da TV

Vida Alves/ Arquivo Pessoal

Conforme Vida, na época o fato não foi muito divulgado, afinal, pouca gente tinha o aparelhinho. Antes disso, a atriz participou da primeira telenovela do Brasil. Na trama de "Sua Vida Me Pertence", ela também protagonizou o primeiro beijo na boca da TV com Walter Forster, mais para um selinho do que um super ardente que costumamos ver hoje.

Quem assistia à novela só viu a cena histórica no último capítulo. Pena que atualmente a gente não pode assisti-la. Nos primórdios da TV brasileira ainda não havia videotape. E pasmem! Os fotógrafos não registraram a cena histórica porque a consideraram indecente.

Hoje em dia, a atriz tenta manter viva a história da nossa TV. Em 1995, ela fundou a Pró-TV, Associação dos Pioneiros, Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira. Por enquanto ela funciona na própria casa da atriz e reúne um acervo riquíssimo com cinco mil fotografias, figurinos, histórias dos bastidores, "além da primeira câmera usada na TV", acrescenta.

Por enquanto está prevista a inauguração de um novo espaço para a instituição, que além de disponibilizar e conservar todo material audiovisual servirá para transmitir o conhecimento do nosso rico patrimônio da televisão para as futuras gerações.

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento beijo homossexualidade novela