O CASAMENTO TAMBÉM É UMA SOCIEDADE EMPRESARIAL

"ORÇAMENTO DOMÉSTICO", este termo faz parte do nosso cotidiano, não há quem possa fugir dele, a questão é: quem está ciente do quanto e como influi neste termo da vida a dois que podemos comparar a uma sociedade empresarial, camufladamente chamada de "casamento"?

Fala-se que crise financeira é uma das causas mais frequêntes de separação, mas nunca encontramos dicas de como driblar esta situação. Em casa adotamos uma planilha de despesas e receitas, juntos verificamos diariamento o andamento das nossas finanças, fica super organizado, é possivel visualizar onde podemos economizar, como e quando investir, e são com pequenas sobras que vamos construindo os sonhos em nosso mundo real. Aos consumistas de plantão ja vou avisando que se trata de um verdadeiro exercício de paciência, mas vale a pena.

Sempre quis ter um orçamento pessoal equilibrado e planejado, quando nos conhecemos, eu estava vivendo minha pior crise financeira, dei um 'olé" nas dívidas e então passamos a nos unir; lógicamente temos nossas diferenças, planos de aquisições de interesses próprios, porém é muito mais fácil conquistar unidos e assim vamos nos aliando.

Eu vejo casos de homens e mulheres que fazem compras e aquisições e omitem do companheiro como se estivessem praticando um delito, depois reclamam da crise financeira, deixam-se levar pelo consumismo, e nem ao menos praticam a honestidade em seus lares e isto sim pode desencadear uma crise conjugal; pior ainda quando se exige mais do que é possivel ou preciso ter, sem se darem conta das reais condições que dispõe.

Uma boa convivência, um relacionamente feliz tem tudo haver com transparência, honestidade, diálogo e paciência, isto não te parece uma sociedade? Não LTDA, nem S/A, mas CASAMENTO.

Comente