Noivos apostam em coreografias para o dia do casamento

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Noivos apostam em coreografias para o dia do casam

No grande dia, a última coisa que queremos é fazer feio, seja no vestido, no aluguel do salão ou na dança. Na dança? Acreditem ou não, hoje em dia existem profissionais especializados em fazer coreografias especiais para casamentos.

Quem fala mais sobre essa tendência é o professor e coreógrafo Ricardo Garcia, que conta que o intuito é inovar e surpreender, já que cada vez mais os casamentos se transformam em grandes eventos. "A dança dos noivos é um momento onde isso pode acontecer, porque além de ser um dos momentos mais importantes da festa, os convidados nunca esperam uma performance especial do casal, ainda mais de pessoas que não praticam dança normalmente".

Entre os ritmos mais requisitados, os "calientes" salsa e merengue estão no topo, assim como mais românticos, como foxtrot, bolero e tango, além do country, street dance e samba. Ah, sim, a valsa. Não nos esquecemos dela: "Os mais tradicionais ainda preferem a valsa, porém, coreografada e bem executada", exemplifica Ricardo.

Mas você, que se derretia pelos braços fortes de Patrick Swayze em "Dirty Dancing", pelo rebolado de John Travolta, em "Grease", ou pelo charme do tango de Al Pacino em "Perfume de Mulher", pode viver um momento parecido com seu noivo, já que, segundo Ricardo, a reprodução dessas coreografias em cerimônias está em voga.

"Existem também casais que têm a sua música especial (aquela que com um significado especial para eles) e nesses casos, montamos a coreografia especialmente para essa música, independente do ritmo. Também ajudamos na escolha da canção e dos ritmos, quando desejado", adiciona.

A brincadeira não precisa ficar só entre os pombinhos. "Dependendo do tipo de dança e da vontade dos noivos, padrinhos, madrinhas, pais e amigos também podem participar da brincadeira e entrar na dança, fazendo algumas aulas e ensaios específicos para isso".

Para bons resultados, o coreógrafo aconselha que os interessados procurem o serviço entre seis e três meses antes - dependendo do grau de dificuldade e facilidade de cada um -, assim, a coreografia será executada com segurança.

"Depende muito também do tipo de coreografia que vão executar. Já tivemos alunos que ensaiaram durante seis meses e outros apenas na semana do casamento. Claro que com pouco tempo de trabalho, o resultado tem que ser mais modesto", relata.

Os pacotes de aula - que incluem criação da coreografia, aulas, sugestões para a escolha da música e edição em áudio ou mixagem de músicas -, variam de R$ 430,00 (quatro aulas) a R$ 1.530 (quinze aulas), cada uma com duração de cerca de uma hora. As aulas são ministradas semanalmente, mas, dependendo do pique dos pombinhos aspirantes a dançarinos, a frequência pode ser negociada. O professor também alerta: "Quanto mais elaborada a dança, ou quanto maior o número de ritmos (no caso de um 'mix' de músicas), mais aulas são necessárias".


A boa notícia é que qualquer casal pode se aventurar a ensaiar os passos para seu grande dia, independente de tipo físico ou idade - tudo depende do empenho do profissional e, claro, do par.

"Além do fato de surpreender os convidados e divertir os noivos, a dança é uma coisa mágica e que mexe muito com a energia do casal. É uma experiência fascinante, além de divertida. E mesmo os mais tímidos, após as primeiras aulas, se empolgam muito com a experiência", conclui Ricardo.

Por Ana Paula de Araujo (MBPress)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: festa casamento casamento