No Divã

Lilia Cabral e Reynaldo Gianecchini

Lilia Cabral e Reynaldo Gianecchini (cena do filme "Divã") Divulgação

Quer ver um filme com um humor crítico sobre a alma feminina e os relacionamentos e principalmente sobre a necessidade de mudança que todas nós temos? Então vá ao cinema conferir “Divã”, filme que estréia amanhã, 17 de abril, inspirado no livro homônimo da escritora gaúcha Martha Medeiros.

Sem pretensão demais, o diretor José Alvarenga Jr, com a grande atriz Lilia Cabral como protagonista, consegue fazer com que a identificação aos dramas da personagem Mercedes seja imediata. Como não se reconhecer diante da quarentona de rotina comum que, por pura curiosidade, resolve procurar um psicanalista? Sabe aquela vontade de solucionar problemas da nossa vida que nem nós mesmas sabemos quais são?

Lilia Cabral e Alexandra Richter no papel da melho

Lilia Cabral e Alexandra Richter, no papel da melhor amiga em "Divã" (Divulgação)

Paulo Gustavo e Lilia Cabral em uma das cenas dive

Paulo Gustavo e Lilia Cabral, em uma das cenas divertidas do filme "Divã" (Divulgação)

A experiência no divã é transformadora na vida dessa mulher casada e mãe de 2 filhos. E questionando o casamento, a realização profissional e seu poder de sedução, através de diálogos cheios de humor e sutilezas da alma, Mercedes diz muitas coisas que as mulheres gostariam de ouvir.


Quem se sentir motivada em ver o filme apenas para o deleite de ver José Mayer, Reynaldo Gianecchini e Cauã Reymond, parceiros de cena de Lilia Cabral, irá se surpreender com as gargalhadas que dará e, principalmente, com a conclusão de que precisamos quebrar paradigmas que nós mesmas construímos!

Por Karina Conde

Comente