NÃO TENHA MEDO DE RECOMEÇAR, O FIM É MUITO PIOR...

Quantas pessoas terminam suas vidas unidas a outra num casamento de aparência? Por questões fúteis, financeiras, familiares, sociais, burocráticas, estatus ou coisa assim. Felizmente não vou fazer parte desta estatística... quem leu meu post anterior sabe do que estou falando, não raramente sabemos de casos ou ouvimos relatos de pessoas que se sentem infelizes porque não desfrutam de afinidade ou companheirismo, sentem-se desmotivadas para tudo mais que compete uma relação conjugal. Não sou dona da razão, ainda tenho muito pra aprender e melhorar em mim, mas consegui experiência o suficiente pra entender que por vezes precisamos ceder em pequenos detalhes do nosso cotidiano e que por exemplo, não custa nada assistir o estilo de filme preferido do parceiro, mesmo que não seja o seu (quem diria que um dia eu veria "Jogos Mortais"... srsr), uma pescaria, um jogo de futebol tudo pode se tornar prazeroso quando estamos ao lado de quem amamos. Outro dia ouvi alguem dizer que não gosta do hábito de pescar do marido e que ele insiste para que o acompanhe ao que ela se recusa, não aceita o convite nem a título de experiência, até parece criança que diz que não gosta mesmo antes de provar, ou será que a companhia já não interessa mais? Então aí é o fim, muito pior... Não estou propondo separações, mas transmitir a mensagem do recomeço com quem quer que seja, com quem acharmos que convém, afinal cada um sabe oque tem nas mãos, e se achar que o casamento que já dura anos, está precisando e ainda mais, que tem direito a um recomeço então arregasse as mangas, e se for o contrário acredite que, recomeçar é mais fácil que continuar oque esta errado e chegar la no final da estrada, olhar pra trás e não se achar. Eu quero pra sempre recomeçar, porém até o fim que seja ao lado da mesma pessoa, meu amado marido a quem eu proponho todos os dias viver como se fosse o primeiro, ainda que tenhamos divergências, que elas nos sirvam de degraus para o crescimento e amadurecimento do nosso amor e de nossas almas, ainda aposto no diálogo mesmo que na maioria das vezes ele se transforme feias discussões, isto é quase inevitável, porque dialogar quase sempre significa impor nossas opiniões e mascarar nossos defeitos, ainda precisamos ceder mais um pouco principalmente nesta questão, e não se impressionem meninas se o resultado não for interamente satisfatório não se esqueçam do quanto eles são distraídos, esquecem fácilmente acordos, datas, elogios, mimos enfim la estaremos nós a superar com melhor destreza a arte do amor completo, cúmplice e verdadeiro.... grande abraços a todas as amigas e um otimo fim de semana, bjsssss

Comente