Nada contra os cafajestes

Nada contra os cafajestes  nada mesmo

Ainda não conhece nenhum "cafajeste"? Pois deveria. Não se preocupe tem milhares por aí. Foto: © Ocean/Corbis

Nada contra, mesmo. E nada contra os testes das revistas femininas e as dicas de como descobrir se o cara é um "cafa" dos bons ou se é para casar, logo na primeira noitada. Cá entre nós, previsões desse tipo nunca dão certo, por um simples motivo, as pessoas nos surpreendem o tempo todo, para o bem e para o mal.

Vamos entender pelo conceito de cafajeste, aquele mentiroso profissional e com grande poder de sedução, geralmente lindo, e que tem uma pegada irresistível. Aprenda a curtir o que pode ele te dar de melhor, e quem decide se quer é você. Se apaixonar por eles é fácil, a boa notícia é que isso passa.

Pegar várias mulheres ao mesmo tempo não tem nenhum problema, assim como você ter vários amigos com benefícios também pode ser lindo, o que não pode é prometer casamento monogâmico para algum deles. O que não pode é mentir, pelo menos, não deveria poder, também não pode brincar com os sentimentos dos outros. Mas como tudo na vida, tem muita coisa que não pode e todo mundo faz. Portanto, o bom é ficar esperta para aproveitar, desses deliciosos cafajestes apenas o que eles têm de melhor para nos dar, prazer e algum cafuné.

Ah, sim, eles também amam e têm sentimentos, mas eles estão numa fase diferente agora, tentar domesticar é pior. Respeitar o tempo deles também é tarefa que se aprende com o tempo. Todo mundo as tem, inclusive as pessoas que acharam um par para chamar de seu, tanto homens quanto mulheres, também foram os cafajestes de alguém algum dia.

A mensagem é a seguinte: eles passam. É fato. A gente conhece, desfruta, se apaixona e eles vão embora, assim como nós também vamos embora. É uma etapa muito gostosa e natural, é puro divertimento. Por que se preocupar? Em vez de julgar, em vez de rotular, vamos viver as nossas escolhas.


Por Giseli Miliozi

Comente