Mulheres fofocam (mais) sobre traição

Mulheres fofocam mais sobre traição

Não precisa de um estudo pra confirmar o que a gente já sabia, né? Mulheres estão anos luz à frente do homem quando o assunto é fofocar - inclusive sobre as traições que cometeram. Eles, quando contam, é apenas para estranhos, concluiu uma pesquisa divulgada recentemente pelo site britânico de encontros "IllicitEncounters.com". Mais de quatro em cada 10 mulheres que traíram seus amados admitiram ter contado a pelo menos uma amiga sobre a escapada.

Os homens que traem se assustam só de pensar na possibilidade de serem descobertos e, por isso, mantém o segredo. Ainda assim, o dobro deles, com relação às mulheres, não vê problema algum em contar a estranhos. Para o melhor amigo é que não pode! "Traição é normalmente um erro, um deslize. Não tem porque sair espalhando por aí", diz Sérgio Fontana, 26 anos. Ele confessa que já traiu e sim, manteve o segredo só pra ele. "Homem, quando fala, é pra se gabar. Quando a coisa pode dar problema, ficamos bem quietinhos", confessou.

Enquanto apenas 6% deles admitiriam a traição a um amigo do peito, 43% delas não conseguem guardar o segredo quando se trata da melhor amiga. E 15% contariam para até mais de uma pessoa, seja ela quem for. Os resultados podem ter relação com o fato de os homens confiarem menos nos amigos ou ainda na inclinação a não contar nada que possa os deixar vulneráveis. "Eles tem medo de que tal informação possa ser usada contra eles. Homens são geralmente mais competitivos e tem mais medo de alguém trair a confiança", disse Phillip Hodson, do British Association of Counselling and Psychotherapy, em entrevista ao jornal britânico Daily Mail. "As mulheres, no entanto, adoram um drama de novela e confiam mais nas amigas".

Tábita Sunno, 27 anos, concorda com o aspecto noveleiro da vida das mulheres. "A gente adora dividir, contar tudo. E, às vezes, precisamos das amigas como confessionário mesmo. A aprovação delas, mesmo com uma coisa muito errada, é super importante", revela. Mariane Melin, 28, acha que a mulher não guarda segredo porque adora uma fofoca, mesmo que seja sobre ela mesma. "Falar da vida alheia - ou da nossa mesmo - é uma diversão. Não tem porque não contar".


Sara Hartley, do IllicitEncounters.com acredita que as mulheres são melhores apoiadas pelos amigos em questões do coração. "Uma mistura de convenções sociais e tradições de gêneros parece criar o estereótipo de que os homens simplesmente não se sentem confortáveis se abrindo aos amigos". Segundo a pesquisa, menos de 1% deles contaria a alguém da família. Fechadinhos, né?

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente