Mulheres criam expectativas, homens saem de fininho

Por que as mulheres criam expectativas

Ao iniciar um relacionamento, qual mulher não cria expectativas? Não faz planos? Mas uma pergunta que, mesmo parecendo boba ou desnecessária, precisa ser feita: o outro sabe que você está fazendo tudo isso? E mais: está de acordo?

É muito comum ficarmos ansiosas quando achamos que encontramos a "tampa da panela". Mas muita sede ao pote pode fazer o rapaz se assustar e sumir, principalmente se ele não estiver na mesma sintonia.

Para evitar frustrações, o pesquisador e escritor Heverton Anunciação, autor do livro "Por que As Mulheres Criam Expectativas E Os Homens Somem - A Matemática Das Emoções", disse que existe uma fórmula que pode ser aplicada em todos os campos da vida, inclusive o emocional: S = R - E (Satisfação é igual a Resultado menos Expectativa).

"Só devemos criar expectativas ou projeções sobre quem as queira. Assim, a responsabilidade é de quem cria essas mesmas expectativas, e não de quem as recebe", declara. "Então, comece a procurar alguém na fase gêmea, e não a tal alma gêmea. Assim, você verá que não compensa mais tentar transformar rapadura em petit gateau", aconselha.

Heverton diz que antes de criar expectativas o mais importante é sentir que cada dia ao lado da pessoa corresponde a uma evolução natural, um dia melhor do que o outro. "Caso contrário, comece a exigir seus direito de mulher e amante. Dê um prazo, se não melhorar, caia fora. Homem quando quer, mesmo que seja para fazer algo errado, vende até a mãe!", garante o escritor.

O autor pode causar certo desconforto nas vilamigas ao dizer que as mulheres se deixam enganar pelas palavras dos rapazes, mas garante que eles fazem as promessas e elas não têm o costume de cobrar os resultados. "As mulheres têm três pontos ‘G’ e na seguinte ordem: audição, imaginação e sexual. A maioria dos homens está tão ágil e hábil em agradar os dois primeiros que nem precisam chegar ao terceiro. Elas se permitem enganar com palavras, e não com atitudes", explica.

Ser otimista faz parte da nossa natureza, conforme lembra Heverton. O que não pode acontecer é a mulher cometer os mesmos erros. "O principal problema é uma pessoa esperar que a outra venha saciar em tudo! Os atuais psicoterapeutas já defendem: não existe mais união de duas metades, mas sim de dois inteiros. Cada um deve trazer sua própria experiência e vivencia assim, ambos crescem", ressalta. "Conheça seus limites e respeite os limites do parceiro. Somente assim, você saberá o que está dando em troca, e o que poderá cobrar", completa.

A cada dois anos, o pesquisador sugere que o casal se sente e rediscuta a relação de maneira madura. "Para um namoro dar certo os dois devem ser capazes de falar de tudo, tudo mesmo, sem um se sentir ameaçado pelo outro. A mulher sempre vai querer dar um próximo passo, só que essa decisão deve ser comunicada e anunciada com antecedência, por meio de sinais e conversas. Homens não gostam de pressão de última hora", alerta.


E uma dica para quem deseja só acertar daqui para frente: a palavra de ordem é ação. Deixe de acreditar em palavras, e passe a focar nas atitudes. Prefira envolvimento e comprometimento a presentes caros. "É o desejo de compartilhar e construir sonhos, mas sem perder a liberdade e a individualidade que faz a vida a dois evoluir melhor".

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento namoro alma gêmea cara metade