Mulher fotografa sua luta para emagrecer

emagrecimentojendavis

Foto: Jen Davis Photo

Um desafio constante na vida de grande parte das mulheres é o mesmo: emagrecer. Levante a mão quem para em frente a um espelho e fica sempre satisfeita com o que vê. Difícil, não é? Mas entre se incomodar com as imperfeições e fazer algo para mudá-las existe um caminho longo, que exige paciência e determinação para ser percorrido.

A fotógrafa Jen Davis sabia dos desafios que iria enfrentar para ficar de bem com seu corpo, mas não desanimou e seguiu em frente. Pesando mais de 100kg, passou a fazer autorretratos há 11 anos. Foi por meio deles que ela passou a conhecer e a enxergar melhor seu próprio corpo. Começou também a instigar discussões sobre padrões de beleza e estética e sobre a importância do autoconhecimento e da autoaceitação.

Em 2011, aos 33 anos, Jen reviu suas fotos e decidiu que não queria chegar aos 40 anos com aquela silhueta. Começou a fazer exercício, a mudar sua alimentação e também fez uma intervenção cirúrgica para colocar uma banda gástrica, dispositivo de silicone que estimula a saciedade precoce e desacelera a digestão.

O resultado foram 50kg a menos, uma nova série de fotos, desta vez mostrando seu processo de emagrecimento e de novas descobertas. São imagens tocantes e cheia de convites à reflexão. As primeiras fotos, tiradas anos antes, ajudaram Jen a lidar com as inseguranças de ser obesa. Já as mais recentes, mostram o processo de emagrecimento da fotógrafa e servem para convencer as pessoas de que emagrecer não é fácil, mas é possível.

Em entrevista ao site português "P3" Jen disse que nunca havia percebido qual era o seu tamanho até que começou a perder peso. "Eu sabia que era larga, sabia que era obesa, que estava a ser observada e que isso era desconfortável para mim, mas só quando comecei a perder peso é que percebi qual era mesmo o meu peso. Foi ao passar por isso que comecei a sentir-me realmente diferente."

Jen começou a questionar o sentido do seu trabalho no último semestre do curso de Fotografia que fazia na Columbia College Chicago. Quando percebeu que não havia mais sentido fotografar outras pessoas, decidiu apontar a câmera para si mesma. A primeira foto foi registrada em 2002, batizada de "Pressure Point" (ponto de pressão). O cenário foi uma praia. Nela, Jen se mostra incomodada, diferente de sua amiga ao lado, que estava tomando sol de biquíni, e de seus outros dois colegas magros.

"Foi aí que comecei a pensar em explorar este estado de desconforto e ver se conseguia transportá-lo para imagens. Eu viajei de férias e não planejei tirar esta foto. Apenas surgiu quando eu estava na praia e estava me sentindo desconfortável. Decidi fotografar e ver como seria o resultado. O momento que foi captado, a minha vulnerabilidade... foi chocante para mim quando eu a vi", explicou Jen.

Em algumas fotos Jen aparece com um rapaz. A fotógrafa explica que posou com ele porque queria tentar entender o que era intimidade, desejo. Usou um falso namorado para saber como era ser abraçada ou tocada. "Queria saber como era não ter esse peso e viver em um mundo que não me julga pelo tamanho", disse, dessa vez em entrevista ao Telegraph.

Quando Jen Davis começou a perder peso, descreveu esse processo como libertador. "Coisas como sentar em um banco ou estar em um avião - a antiga preocupação foi removida. Eu tive uma sensação totalmente diferente de poder", revelou.

Confira o ensaio fotográfico de Jen Davis:

Juliana Falcão (MBPress)

Comente