Mônica Martelli encena um pouco de todas nós

monica martelli

foto divulgação

Muito já se escreveu sobre as agruras das mulheres contemporâneas, ávidas por encontros amorosos sensacionais neste mundinho escasso de homens de verdade e disponíveis.

Não sei se você já ouviu falar, se não ouviu, corra e vá ver do que se trata. A identificação será total. Tenho certeza que a peça “Os Homens são de Marte... E é pra lá que eu vou” será, para algumas, quase uma biografia!

A atriz do monólogo, Mônica Martelli, faz tanto sucesso com a peça, que garantiu um papel na nova novela global Beleza Pura. O espetáculo de teatro ainda deve render um livro e também vai para o cinema.

O assunto é o grande dilema vivido pelas mulheres solteiras: a busca de um grande amor. As gargalhadas são inevitáveis. Mulher independente, bem sucedida e com dificuldades de encontrar um homem que saiba compartilhar esta liberdade, já viu esse filme ?

Pois é, é a história da personagem, Fernanda, 35 anos, solteira, jornalista formada, mas trabalha com eventos, organiza festas de casamento. Como muitas de nós, acha que cada homem que ela encontra pode ser seu grande amor. As tentativas incluem um político, um rico playboy, um alternativo do Sul da Bahia e um gay. Deu pra entender que o negócio é rir da própria desgraça, né ?

Vá lá conferir e dê mais risada das suas desilusões.

“Os Homens são de Marte... E é pra lá que eu vou”

Teatro Procópio Ferreira

Rua Augusta, 2823 - São Paulo

Informações - (11) 3083-4475

Por Karina Conde

Comente