Manuais de paquera: eles realmente funcionam?

Você acredita nos manuais de paquera

Foto: Laura Doss/Corbis

Ah, quem não quer se dar bem no jogo da conquista, passar aquela cantada certeira ou tomar aquela atitude que deixe o rapaz aos seus pés? Para quem ainda não tem seu próprio arsenal, uma ajudinha valiosa são os conhecidos manuais de paquera. Mas será que eles são perfeitos mesmo?

Dê um sorriso, balance os quadris, mexa no cabelo, fixe o olhar por um tempo e depois desvie... Estas e outras dicas gerais são encontradas nessas "bíblias da sedução", muitas vezes seguidas à risca por quem pretende atingir o alvo.

"Geralmente os manuais reúnem as melhores dicas para quem quer se dar bem, porque provavelmente já foram entrevistadas muitas pessoas que já as testaram" conta Eliete Matielo, conselheira amorosa e criadora do site de relacionamentos Eclipse Love.

Esse tipo de manual, segundo a especialista, ajuda quem não tem idéias nem práticas de como agir ou ainda quem está se dando mal nas investidas amorosas. Entretanto, os tímidos precisam ficar atentos na hora de colocar as sugestões em prática. "Se for inibido demais corre o risco de piorar a situação, porque a dica do manual pode pedir uma atitude descolada que não combinaria com a pessoa."

O melhor jeito de se usar um manual de paquera é fazendo adaptações, pois cada ser humano é único e se comporta e percebe os fatos com certas diferenças. "Numa balada você pode se aproximar de um rapaz espontaneamente e iniciar um assunto para conhecê-lo. Alguns podem admirar sua atitude e outros podem lhe achar oferecida", exemplifica Eliete. Ou seja, as dicas não valem para todas as pessoas.

A adaptação das regras também é importante para que o aspirante a conquistador não perca a identidade ao tentar colocar em prática todas as dicas que encontra pela frente. É preciso ter bom senso e não ficar alienado. O principal na paquera é ter as ferramentas certas e saber como usá-la na hora e do jeito adequado.

"Os manuais são apenas comentários vividos ou estudos testados com grande porcentagem de acertos. Penso que o ser humano não pode ficar robotizado e programado por eles, senão não teremos novidades na paquera", diz Eliete. "O gostoso é perceber a originalidade e não ouvir uma frase que já foi dita na semana passada de uma pessoa diferente, ja pensou que chato?"

De uma maneira geral, a conselheira amorosa pensa que as frases de efeito engraçadas ajudam a descontrair e podem ter imediatamente um retorno positivo de um sorriso do outro para então iniciar uma aproximação...

"Lembra que a paquera é o primeiro passo para a aproximação de um casal, seja por interesses amorosos ou sexuais, e o que se destaca é a originalidade de cada um", diz Eliete. E dá alguns toques:

- Olhe-se no espelho todos os dias e cuide-se por dentro e por fora.

- Tenha foco no alvo e mentalize antes o que quer.


- Quando alguém lhe interessar, observe o comportamento dela ou dele e pense em qual frase ou comportamento poderia chamar a atenção dessa pessoa positivamente e vá a luta.

- Seja original, bem-humorado, interessante e inteligente, aí ninguém resistirá aos seus encantos!

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente