Mandinga de amor

Mandinga de amor

Que atire a primeira pedra aquela que nunca sequer pensou em fazer uma simpatia daquelas - ou um trabalhinho mais forte - para garantir aquele grande amor ou, ainda, fazer com que ele seja seu, só seu. Para muitas, usar desses artifícios pode significar insegurança. Para outras, é arma certeira. Pelo sim ou pelo não, há quem aposte em tudo que pode ajudar.

Quem trabalha com isso garante que funciona. Mas, mesmo quem já apostou numa ajudinha do além, nega com todas as forças. O fato é que muita gente procura sim casas holísticas, cartomantes, bruxas e outros "profissionais". E saem dos encontros cheias de receitas que prometem milagres.

No site "Amor de Volta", assinado por Ismael Rolin, as indicações são diversas - e para todos os casos. Para conquistar um amor, a dica dele é acender velas brancas sob um pires com água e açúcar. Aí, é preciso apelar para a religião e rezar para os anjos Gabriel, Rafael e Miguel. Depois, basta fazer o pedido, apagar as velas e jogá-las fora. A água deve ser despejada na pia e o pires, lavado, claro. É preciso publicar a tal simpatia num jornal por três dias. No quarto, a graça será alcançada.

O pré-requisito de colocar anúncios em jornal vale para outra "mandinga". Nessa, é preciso escrever o nome do amado numa vela, com uma agulha ou outra coisa pontiaguda. Depois, basta acender e dizer o nome do amado duas vezes, seguido da frase "vamos ficar juntos, pelo poder da terra, do céu e do mar, vamos ficar juntos". É preciso deixar a parafina toda queimar e, claro, anunciar a simpatia também três vezes no jornal.

Se o negócio é mesmo atrair o homem amado, há quem vá ainda mais longe. Simpatias mais fortes pedem foto, pregos, martelos, mel, calcinhas e tudo mais. Numa delas é preciso deixar uma peça íntima no sereno, numa vasilha açucarada, pregar imagem do pretendente em árvore e, acredite, usar a peça quando o alvo estiver na mira.

Os autores do livro "Você está com sorte" (Editora Gente), Deborah Aaronson e Kevin Kwan, ensinam que usar uma fita vermelha no cabelo serve bem para prender e conservar o amor. Mas não se esqueça do laço. No mesmo livro, outra dica é acender uma vela e espetar nela alguns alfinetes, enquanto pensa no objeto do seu amor. "Isso vai atrair a pessoa em questão", ensinam os dois. Outra sugestão é quebrar um ramo de louro pela metade e oferecer ao amado. "Enquanto vocês as conservarem, o amor entre vocês só vai crescer".


Tania Gori, coordenadora da Universidade Livre Holística Casa de Bruxa, de São Paulo, afirma que as simpatias mais procuradas por lá são mesmo as de cunho sentimental. O pedido mais procurado é para encontrar um amor sincero e, lá, é possível aprender como. "Não oferecemos serviços para as clientes, ensinamos a magia e ela vai realizá-la em casa", conta. E a coordenadora ainda ressalta: "As clientes da Casa de Bruxa não entram no perfil de mulheres desesperadas. São profissionais liberais de 25 a 55 anos, com uma ótima formação acadêmica e financeira".

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente