Homem tem medo de bagagem

Tem sim, só reparar na cara que eles fazem quando vamos sair para uma viagem de um fim de semana. Secador de cabelo, vestidinho preto básico, sandália salto 15, blusas, calças, bermudas, brincos, colares... Sim, nós precisamos de todos os nossos pares de calçados! Entram em desespero de nos ver arrumar a mala. Será que não entendem que precisamos de tudo isso, que precisamos estar prontas caso aconteça alguma coisa e venhamos a precisar de algo que justamente deixamos em casa. Kit de maquiagem, kit de remédios, vários modelos de biquínis, jaquetas, bota de montaria... “Mas nós vamos pra praia amor!!” – “Vai saber, posso precisar!”. Creme para os cabelos, creme para os olhos, creme para as pernas, creme para as mãos, creme para a minha unha do dedão do pé esquerdo... Porque tanta cara feia?? Quem vai carregar não é o carro? Entendam que precisamos de tudo isso e pronto. Mesmo que no fim da viagem, tenhamos usado apenas algumas peças de roupa, a bota de montaria tenha ficado esquecida no hotel e o secador de cabelo nem tenha saído da mala...

Mas eles têm medo de algumas bagagens mais difíceis e menos aparente. Uma bagagem de vida. Uma bagagem emocional. Uma bagagem sexual. Uma bagagem humana pendurada nas suas pernas.

Têm medo de tudo que acumulamos de nossos relacionamentos. De todas as nossas neuras, de todas as nossas manias, de comparações, de tudo que vivemos. Pois não chegamos a eles cruas, chegamos com dores, com receios, com feridas, que por mais que esteja cicatrizadas estão ali para nos lembrar que devemos ter cautela.

Eles têm medo que já tenhamos deitado em mais camas do que eles. Isso realmente assusta qualquer homem. Não chegamos puras, intactas. Chegamos com a mente recheada de sacanagem e libertinagem. Chegamos juntos. Sabemos como gostamos de sexo, como queremos o sexo e não nos calamos mais. “Não querido, faça assim...”. Apreendemos que sexo também deve nos satisfazer e exigimos isso. Pois se não for assim, vamos encontrar alguém que nos satisfaça. Alguém que saiba dosar amor e sexo, carinho e sacanagem na medida que precisamos.

Mais ainda têm medo de nossas bagagens humanas, nossos filhos. Não entendem que não buscamos um pai para eles, mas que de uma forma ou de outra, acabarão eles sendo tios. Impossível encontrar uma mulher disposta a separar-se dos seus rebentos para viver uma história de amor. E se for preciso separar-se seria uma história de amor?

Amor de verdade aceita, erra, vive, sofre, compreennde, cede, ama... Tudo junto. Amor de verdade inclui adquirir novas bagagens. Inclui nos ajudar a esvaziar e jogar fora o que trazemos e não precisamos mais. E mais ainda, é nos ajudar a carregar o que já trazemos...

E é claro, amor de verdade diz:

“Sim amor, claro que vai caber tudo na mala do carro...”.

Comente

Assuntos relacionados: sexo homem safado