Homem ideal pode estar no happy hour de trabalho

Homem ideal pode no happy hour

Foto: Blue Jean Images/Corbis

Certamente você acredita que o homem dos seus sonhos existe, embora não saiba onde ele se esconde. Essa é uma das maiores aflições das moças solteiras. Com a ajuda de um personal paquera o Vila Mulher listou os prováveis esconderijos dos rapazes.

Duas características universais para formar um bom rapaz é maturidade e habilidade em manter uma boa conversa. "Existem homens maduros e interessantes em todos os lugares", afirma o personal paquera Daniel Madeira, autor de "A arte da Paquera - Inspirações à realização afetiva" (Editora Livros do Brasil, 2011) em parceria com Thiago de Almeida, psicólogo especializado na área do tratamento das dificuldades do relacionamento amoroso.

Daniel garante que eles podem estar no shopping, na universidade, no trabalho, no happy hour e até mesmo na balada. "Para evitar frustrações é importante que você tenha atenção para perceber quais os homens interessantes e maduros, para só depois de ter certeza investir em um relacionamento", recomenda o personal.

Na lista elaborada por Daniel Madeira, aparece como local de um provável encontro o ambiente de trabalho. "Através da convivência do dia a dia você poderá conhecer a seriedade e a responsabilidade dele", justifica. Além disso, a convivência diária permite que haja inúmeras chances de aproximação. E caso a primeira investida não saia como o esperado, você não perderá o candidato de vista.

O ambiente de estudo também é recomendado pelo personal paquera. Segundo Daniel, as afinidades educacionais e os amigos em comum facilitam a aproximação. Por falar em lazer, o happy hour é o próximo da lista. A recomendação do especialista é tentar uma aproximação com quem estiver no ambiente. "Se você quer conhecer pessoas interessantes, vá até elas e não fique parado olhando. Isso demonstra coragem e confiança, o que irá causar admiração", ensinam Daniel e Thiago no livro.


Shopping center também facilita para quem deseja conhecer alguém. "Ande pelos corredores e olhe dentro das lojas em busca de pessoas interessantes. Vale dar um ‘oi’, uma conversa despretensiosa ou até uma comprinha", indica o personal. Daniel também recomenda deixar o carro mais vezes na garagem e andar mais de transporte coletivo, deixar a preguiça de lado e levar o cachorrinho para passear nos parques ou ainda ter sempre um bom livro à mão. Atitudes como essas podem dar uma forcinha para o acaso.

E você, encontrou o seu grande amor em um desses lugares?

Por Bianca de Souza (MBPress)

Comente