Filmeterapia: o que aprender com o cinema?

Filmeterapia  aprenda algo com os filmes

Cena de "Brilho Eterno de uma Mente sem Lembrança", Joel e Clementine formam um casal problemático que pode nos ensinar muitas coisas da vida prática. Foto/reprodução Imdb

Já conhece a filmeterapia? Você pode não ter ouvido falar, mas já fez com certeza. Quando assistimos a algum filme e acabamos solucionando algum dilema nosso, ou entendemos melhor alguma coisa e até conseguimos tirar algo legal para levar à vida, isso é filmeterapia.

Ao constatar isso, alguns dirão que é tolice, ilusão, bobagem e enganação. Nada disso. É um exercício mental como qualquer outro. Muitas vezes, você precisava apenas de uma forcinha para tomar aquela decisão, ou de repente, você percebe que está na hora de dar um up no namoro ou casamento, e ainda mais, você percebe até quando precisa do apoio dos amigos ou de um terapeuta.

As comédias e dramas no cinema nos mostram facetas novas ou mesmo as velhas, só que vistas de um outro ângulo, que muitas vezes não perceberíamos de uma outra forma. Essa á a grande sacada, é o grande aprendizado, e a terapia de cinéfilo propriamente dita.

Não importa a data ou a nacionalidade do filme, sempre dá para pescar algo relevante. Encontramos, por exemplo, um ícone de beleza e fashionismo como a Bonequinha de Luxo, de Audrey Hepburn, que vivia como acompanhante de homens ricos e aparentemente estava bem até se apaixonar e ver o lado bom da vida, de uma forma mais simples e diferente.

Temos também um misto de dramalhão, com muitas lágrimas e cenas de tirar o fôlego, em "Diário de uma Paixão", com o galã Ryan Gosling. A personagem principal dispensa o homem que vem paquerá-la, mas depois ela descobre que ele é o homem de sua vida, portanto, não julgue ninguém como "a primeira impressão é a que fica", isso é furada.

Um outro exemplo ótimo é o clássico cult "Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças", onde sem esperar cada um escuta do outro tudo aquilo que nunca se fala, defeitos, coisas indizíveis, super íntimas, tudo gravado em fita. E mais: o filme mostra um tempo em que as pessoas podem apagar suas lembranças mais profundas de alguém. A dica é não se deixar levar pelas diferenças.

filmeterapia

Em "Bonequinha de Luxo", Audrey Hepburn mostra o papel da mulher forte que achava que sozinha podia ser melhor, mas ela mudou de ideia quando se apaixonou. Foto/divulgação do filme

leia também


Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento amor filmeterapia