Após traição, mulher faz ensaio sensual com vestido pichado

Veja aqui a história por trás do ensaio polêmico e muito divertido!
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
noiva traição vestido pichado

A ousadia de Josi inspirou até a autora Glória Perez, que colocou Cibele (Bruna Linzmeyer) na mesma situação em "A Força do Querer". Foto: Filipe Aragao / Reprodução Instagram | TVGlobo

Para a professora Josi Manhães, de 36 anos, o sonho de conto de fadas do casamento perfeito durou pouco. Apenas dois meses após a união, ela descobriu uma traição e se divorciou. Mas ao invés de se deixar abater, pegou o vestido de noiva e fez um ensaio fotográfico sensual de divórcio.


A sessão de fotos ganhou a internet, repercutiu nas redes sociais e, além de fama, deu à professora cerca de 20 mil seguidores no Instagram e um prêmio especial: sua façanha serviu de modelo para a autora Glória Perez, que traçou a história de Cibele (Bruna Linzmeyer) com inspiração na capixaba.

No capítulo da novela "A Força do Querer", que foi ao ar nesta segunda-feira (15), a personagem Cibele faz uma sessão de fotos com o vestido que usaria no casamento com Ruy (Fiuk), após ser trocada por Ritinha (Ísis Valverde). Josi comemora o sucesso das cenas: “Eu estou me sentindo lisonjeada. Afinal de contas, eu fui inspiração de uma cena de novela de Glória Perez. Todo mundo que me conhece sabe que foi tudo ideia minha, então foi inspirado em mim, o grafite está igual”, afirmou.

noiva traição vestido pichado

Foto: Filipe Aragao / Reprodução Instagram

Quatro meses após a divulgação do “book de divórcio”, a professora está se divertindo com a situação, que fez a história dela voltar a ser assunto entre os colegas. “(...)comprei pipoca, refrigerante e chamei os amigos para assistir à novela”, contou, aos risos.

Assim como a professora capixaba, na novela, Cibele vai posou em uma praia, com o vestido de noiva grafitado, depois de descobrir uma traição. A roupa da personagem também tem frases clichês escritas à tinta, como “Felizes para Sempre”.

No caso de Josi, o grafite foi feito pelo artista Vinicius Bianchi. “Ele está achando isso tudo o máximo, porque a ideia de escrever aquelas frases no meu vestido foi dele. Eu queria só pixar, destruir. Mas ele deu essa ideia das frases clichês, que foi um tapa de luvas”, contou Josi.

A polêmica das fotos

noiva traição vestido pichado

Foto: Filipe Aragao / Reprodução Instagram

Josi falou também sobre o término do relacionamento, que trouxe a insegurança. “Quando fiquei sabendo da traição, pensei ‘devo ser muito feia’, fiquei pensando o que tinha de errado comigo. Ele era o errado da história, mas eu estava vendo defeitos em mim. Então tive a ideia de fazer um book sensual, para mim, para levantar a autoestima”, explicou.

Na mesma semana, ela começou a se desfazer das lembranças do casamento e aí surgiu a ideia de usar o vestido de noiva no ensaio. “O vestido era a alma do casamento, foi a parte que mais gostei”.

As fotos se tornaram públicas quando Josi as divulgou em seu perfil no Facebook. Ela garante que as fotos - de calcinha, topless, e com taça de champanhe - não foram tiradas com a intenção de afetar o ex. Mas a “ousadia” repercutiu. Segundo ela, a conta no Instagram chegou a 23 mil seguidores.

Por Thamirys Teixeira

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente