Emagrecer pode fazer mal para o relacionamento

Emagrecer pode fazer mal para o relacionamento

Foto: Edvard March/Corbis

É normal engordar quando se casa, namorando, em qualquer relacionamento, e feliz, porque quem está feliz termina comendo mais e se aconchegando mais e, consequentemente, "alimentando" mais com seu amor. Porém, na hora de emagrecer parece que a harmonia pode ser quebrada, segundo estudo.

O ponto negativo da perda de peso é que nem sempre o parceiro muda os seus hábitos. Essa diferença no novo ritmo de vida pode atrapalhar o romantismo e o bom convívio. Isso foi o que apurou o estudo da Universidade do Texas, nos EUA.

Para chegar a isso, os pesquisadores entrevistaram 21 casais de diversas cidades dos EUA. Um parceiro de cada casal tinha perdido 30 quilos ou mais em menos de dois anos, e ainda segundo o estudo os motivos são variados, desde mudanças alimentares, melhora física e procedimentos médicos.

Os desentendimentos acontecem quando apenas um dos parceiros passa a ter uma vida saudável e quer que o outro também opte por levar uma vida mais saudável e muitas vezes o outro não quer. E tem mais: depois da boa forma de apenas um dos membros do casal, pode rolar um ciúme, já que o(a) outro(a) está mais magro(a) e mais seguro de si. O outro pode se sentir ameaçado.

Tolice e insegurança se desentender por um motivo desses. Se você estiver vivendo essa situação, pense bem antes de implicar, que tal entrar junto na malhação? São duas vantagens de uma só vez: boa forma, saúde e muito mais harmonia.


Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: emagrecer