É paixão ou é amor: como saber?

paixão ou amor

É amor ou paixão? A gente te dá algumas dicas para você descobrir. © Tetra Images/Corbis

Essa é uma pergunta sem resposta ou tão enigmática quanto aquela: "Quem veio primeiro, o ovo ou a galinha?". Segundo diz a sabedoria popular com o tempo e o envolvimento dá para sentir e distinguir muito bem ambos. Mas e quem ainda não descobriu isso? Podemos dar uma ideia para você começar a perceber. Como saber quando é paixão e quando é amor?

Uma coisa é certa, o amor pode acontecer sozinho. Como? Ele existe mesmo que a outra pessoa não saiba, mesmo que ele seja um segredo, e mesmo que não se consuma. O amor pode ser solitário ou não, e ele existe de forma independente. Podemos amar alguém para sempre e casar com outra pessoa.

Pode ser que você não concorde, mas isso é normal. Essa é apenas uma visão e impressão do amor. E a paixão? Ela chega e desestabiliza a gente e sempre antecede o amor. A paixão faz você suar frio, ter medo, ter taquicardia, faz você ficar cega para os defeitos do outro e serve para a gente se sentir viva. Um sentimento de urgência nos invade. É como se nada mais importasse no mundo, apenas a atenção daquele outro ser. Parece sufocante? É. Mas é tremendamente bom.

A paixão pode também ser definida também como o estágio inicial do amor. Muitas vezes a paixão passa do mesmo jeito que surgiu e some. Se o destino dessa paixão for virar amor, esse período turbulento passará, e uma calma passa a existir.

Nessa fase, o amor tranquilo chega e muita gente não segura a bronca, acaba achando que a rotina chegou e abandona o relacionamento. Nem todas as pessoas têm esse desejo e essa necessidade. Alguns pesquisadores e estudiosos dirão que tudo isso serve de ponte para a procriação, um mero mecanismo natural. Mas quem sente ou sentiu não liga nem um pouco para isso.

Todos nós caímos nessa armadilha da vida com o maior prazer.

E você quer amar ou apenas se apaixonar?


Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento amor paixão amor e sexo