Dá para começar um novo relacionamento com outra pessoa na cabeça?

Dá para começar um novo relacionamento com outra p

Corações quebrados podem encontrar outro amor quando menos se espera. Foto/Jamie Grill

Essa pergunta é uma daquelas "sinucas de bico" do amor com as quais nos deparamos no decorrer de nossas vidas. Enquanto você ama alguém e não é correspondida, há um outro alguém que te ama, e que você não vê. E aí, você pensa, "estou aqui a ver navios, porque não tentar?". Que atire a primeira pedra quem nunca passou por isso. Afinal de contas, é bom ser amada, e desejada. Mas será essa a melhor atitude a tomar?

Se você está vivendo essa experiência de estar com alguém que não ame, não se culpe, você está apenas cuidando de si, afinal de contas, porém, a outra pessoa, assim como você, tem sentimentos e eles devem ser respeitados.

Num primeiro momento, se pensarmos de forma racional, o correto seria, dar tempo ao tempo, antes de engatar um novo namoro, um novo rolo, etc. Mas quem é em sã consciência é tão racional assim? Num momento de carência e fragilidade fica complicado resistir a um convite de alguém apaixonado por você, quando a nossa auto-estima está em baixa. Ninguém é de ferro.

Se rolar algo assim, o mais legal e correto a se fazer é conversar e explicar a verdade. Deixe claro, que essa relação é uma tentativa, uma experiência, e que como em qualquer caso, pode dar muito certo ou tremendamente errado.

A outra pessoa ficará bem ciente, de onde está se metendo. E mesmo assim, não dá para garantir que alguém não saia machucado dessa história. Geralmente, quem ama e recebe uma chance dessas vai se esforçar para dar certo, e criará alguma fantasia a respeito. Isso também não é culpa sua. Cada pessoa é responsável por si. A vida é risco, e em relacionamentos não há cama elástica para amortecer a queda. Talvez a graça seja exatamente esta.

Combinado não é caro. Nunca.

Grandes amores ou relacionamentos inesquecíveis nascem também de tentativas e incertezas. As receitas feitas sem medidas também ficam deliciosas. E quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração?


Por Giseli Miliozi

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento sexo amor passado