Cuidados com a beleza mudam depois do casamento?

Beleza muda com o estado civil

Um grande mito cerca as mulheres: após o casamento ou um relacionamento duradouro elas tendem a ficar "relapsas" quando o assunto é cuidados de beleza e maquiagem. Mas será que é assim mesmo? Será que o estado civil pode influenciar o lado vaidoso da mulher?

Para a psicóloga clínica Shirley Miguel, as mulheres solteiras e casadas têm preocupações com a aparência na mesma proporção. "O que diferencia é que quando as solteiras estão em busca de relacionamentos, mostram isso por meio de sua maneira de se vestir, de se maquiar, usando essa estratégia no jogo de sedução", comenta.

Já o Dr. Jardis Volpe, médico cosmiatra da Clínica Volpe São Paulo, acredita que o estado civil pode diminuir tempo de dedicação da mulher à beleza: "Isso é muito comum após o casamento, tanto para homens quanto para as mulheres. Os menos vaidosos costumam abusar de alimentos pouco saudáveis e deixar a atividade física de lado, sem também lançar mão de uma rotina de bons produtos e tratamentos estéticos."

Dra. Shirley aponta que falta de tempo, baixa autoestima, falta de recursos financeiros, ciúmes do parceiro, falta de modelos de comportamento, estresse e depressão são fatores que podem influenciar no grau de dedicação das mulheres quando o assunto é beleza. "Algumas delas demonstram no visual como se sentem por dentro. E se seus sentimentos e emoções estão negativos, podem exteriorizar isso com a falta de cuidados ou com o excesso (nesse último caso como uma forma de compensação)".

A psicóloga afirma que a vaidade da mulher não tem a ver com o poder aquisitivo, e sim com o fato de ser feminina, de se gostar. "Claro que quanto mais recursos financeiros, mais possibilidades de se cuidar e mais acesso aos melhores e mais eficazes tratamentos de beleza. Porém, isso muitas vezes pode cair no exagero", alerta.

O querer estar bem, na opinião da Dra. Shirley, tem mais a ver com a autoestima do que com estado civil. "Uma mulher, solteira ou casada, que esteja bem consigo própria, provavelmente vai demonstrar isso nos seus autocuidados e sem tantos exageros", explica. "Por essência, a mulher tem o desejo de se cuidar e, embora o tempo seja mais escasso depois que se casam, é importante separar um tempo para sua própria individualidade, o que inclui um tempo para sua vaidade e beleza. Isso é ato de amor próprio".


Mas não pense que cuidados com a beleza envolvem apenas maquiagem e belos penteados. Dr. Jardis Volpe faz questão de ressaltar que há muitos outros fatores: "Boa alimentação, controle do estresse, atividade física, bom humor, bons cremes, acompanhamento dermatológico correto, proteção solar... tudo isso conta pontos."

A psicóloga completa as informações do cosmiatra e aconselha: "Mulheres, sejam suas próprias fontes de motivação para começarem a se cuidar. Só depois vêm os outros. Caso contrário, isso não é autoestima, é apenas o cumprimento de mais um dever feminino". E finaliza: "Não adianta ser vaidosa e não cuidar da saúde. Portanto, faça o serviço completo: vá ao ginecologista, dentista periodicamente, cuida da sua mente (da sua saúde emocional) e do seu espírito. Isso com certeza influenciará na sua aparência".

Por Bárbara Ariola e Juliana Falcão (MBPress)

Comente

Assuntos relacionados: relacionamento autoestima casamento