Como sobreviver a uma traição...

Bom vilaamigas aqui vai algumas dicas pra quem passou eu esta passando por essa situação que e muito dificill.... Se depois da traição vc optou por terminar a relação, esta será uma fase de intensa solidão, mas é importante reagir.

O mais importante nesta fase, apesar de ser o que custa mais, é cortar o contato com o seu ex-companheiro. É mais difícil quando se tem filhos, mas é importante que corte o contato com ele. O mais natural é ele vir atrás de você, querer saber de vc, mas explique-lhe que nesta altura tem que tomar essa postura. E seja firme em relação a esta sua decisão.

Mude de telefone, mude de email, mude...

Perca uma tarde para estudar a sua casa e altere a posições dos móveis. Muitas vezes quando estamos em casa, sozinhas, as lembranças vêm mais facilmente. Assim ocupa-se e talvez traga boas energias e a lembranças passam por alguns instantes.

Procure novos interesses, novos locais, novos restaurantes, novos amigos, eu sei que não devemos procurar a Deus só nas horas difíceis, mais nessa hora é muito bom procurar uma igreja escuta a palavra, tentar entender que Deus tem muitos propositos em nossas vidas, que o sofrimento e parte do crescimento humano.

Não vá correr para os braços de outro homem pois não estará preparada por um novo envolvimento emocional.

O importante é não se fechar em casa numa depressão profunda.

É difícil seguir-se em frente, mas se foi forte o suficiente para o fazer é porque consegue até ao fim.

Mas se vc resolver perdoar, está comprovado que os casais que conseguem sobreviver e ultrapassar uma infidelidade, acabam por sair dessa crise com uma relação mais forte do que nunca.

Você que foi a traída tem de estabelecer regras para que o perdão funcione. você pode perguntar o que quiser e ele deve responder. Mas, para evitar o desgaste, é fundamental o dia e hora certa para isso, Porém, vc deve ser sincera a ponto de não abusar dessa sua condição "privilegiada". "Você tem de saber se quer mesmo continuar a relação ou apenas fazer o marido sofrer ao espezinhá-lo. Por isso, é sempre bom pensar muito antes de agir.

Tentem saber o “porquê” da traição (se existir “porquê”).

Não se deixe influenciar por familiares ou amigos, a escolha é sua e só você sabe o que se passa consigo e na sua relação.

Comuniquem um com o outro. Não deixem nada por dizer.

Não se martirize ao querer saber os detalhes mais sórdidos, as particularidades, onde foi, com quem foi. Isso é para se falar uma vez e depois esqueça. Tente esquecer. Mas a contínua lembrança desse momento a este nível pode deixar abaixo a relação.

Exija total honestidade, que ele cesse todo e qualquer contato com a outra mulher (se ainda não o fez).

Não perdoe só porque não consegue imaginar-se sozinha. Vai acabar por deixar de ter controle sobre a situação e as coisas tendem a desmoronar. Cuidado para não confundir dependência emocional com amor.

Consciencialize-se de uma coisa, a sua relação com o seu parceiro nunca será como antes.

Tente cuidar de si mesma para ficar segura das suas decisões que são as mais importantes na vida.

Mantenha os amigos próprios, um trabalho ou atividades que dêem prazer, cuide do seu corpo e da sua mente. Esta posição vai torná-la uma mulher mais independente emocional e materialmente.

Com ou sem o seu homem, vai recuperar e bem.

Vai demorar o seu tempo, mas sairá deste momento horrível uma pessoa mais forte, mais saudável, mais atenta.

Não pode entregar a sua felicidade numa bandeja a outra pessoa, nem estar totalmente dependente do seu parceiro, seja ele quem for.

Tenha uma vida própria – se a relação não sobreviver, terá uma rede de apoio; se sobreviver, esta será uma preciosa lição de vida e de crescimento pessoal.

Digo isso por experiência propria...Hoje eu o perdoe de coração e vivemos muito bem, ele é um marido excelente me trata muito melhor e sempre que temos algum problema, sentamos e conversamos... bjosss a todas e comentem sobre suas experiências....

Comente

Assuntos relacionados: traição