Como se sentir mais atraente para o parceiro?

Como se sentir mais atraente

Foto: Pete Leonard/Corbis

Quando os beijos, a troca de olhares e o sexo já não são mais os mesmos, pode ser um sinal de que a relação amornou e precisa de um ‘up’ para entrar novamente nos eixos. Se você não sabe por onde começar, pare e pense: será que seu poder de atração ainda é o mesmo?

Comece dando uma boa avaliada no grau da sua autoestima. Ela tem total influência no seu processo de busca pela sua própria felicidade e, consequentemente, pela do outro. "Com baixa estima a mulher não tem sex appeal. E sem isso não consegue cativar seu parceiro nem a si mesma", comenta Dr. Alexandre Bez, escritor e psicólogo especializado em relacionamentos. "Quando a mulher está com seu estado mental equilibrado saberá externar o que sente".

Uma mudança física, como um corte de cabelo ou uma roupa nova, pode ajudar a melhorar a autoestima, desde que todas as atitudes sejam tomadas por vontade própria da mulher e não para conquistar alguém. "Essas ações devem ocorrer naturalmente e não com um objetivo direcionado e pré-traçado. Com uma vida psicoemocional em dia a mulher poderá se manifestar de diferentes formas, esbanjando sua atratividade com uma maior leveza. Com isso ela irá chamar atenção de forma especial", avalia Bez.

Além das mudanças físicas, atitudes dominadas pela criatividade, sejam no dia a dia ou na cama, também são muito bem-vindas. O erro só se dará se a mulher for além do que sua personalidade permite, tornando a situação forçada e superficial. O psicólogo ainda ressalta: "Para esse tipo de atitude a autoestima tem que estar em alta. Só assim o homem vai notar e dizer: ‘Nossa, ela está diferente, mais radiante!’".

Conforme o psicólogo disse anteriormente, a atratividade diz respeito ao aspecto externo e também interno da mulher. E para que esse poder tenha efeito constante, ele fez uma listinha de ações que podem ajudar você:

- Ame-se mais;

- Permita-se reconhecer enquanto mulher;

- Entenda que a perfeição não existe;

- Explore a sua sexualidade com segurança;

- Arrume-se para si própria e não exclusivamente para alguém;

- Tenha atitude. Quando não gostar de algo, faça-se pronunciar;

- Não tolere ofensas, seja verbal e principalmente física;

- Reconheça seus limites e não ultrapasse-os;

- Tenha no espelho um amigo e não procure as medidas ideais;

- Possua amigas sempre de alto astral.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente