Como lidar com a diferença de idade em relacionamentos?

A questão da segurança, proteção, carinho e estabilidade são os fatores que mais contam na hora de escolher alguém com grande diferença de idade
casais diferença de idade

Foto: Istock/Jacob Ammentorp Lund

Casais com grande diferença de idade são cada vez mais comuns atualmente, contudo a questão ainda é um tabu para muitas pessoas. Segundo a sexóloga do C-date, Carla Cecarello, muitos casais vivem o dilema e o preconceito por causa da diferença de idade que possuem principalmente se ultrapassa os dez anos. Mas, será que a idade realmente influencia no


Há chance de dar certo?

Para o amor não há regras e a idade nunca deve ser o impedimento de uma relação. Amadurecimento deve ser a palavra de ordem para o casal, pois, eles precisam estar preparados para suportar os comentários e piadinhas que podem surgir. Além disso, compreender a necessidade do parceiro é muito importante. “Quando um casal é maduro, independente da idade, a convivência tende a ser harmônica e as possíveis dificuldades em relação à diferença não serão valorizadas pelo casal”, explica Carla Cecarello.

Diferença de idade: sucesso ou fracasso?

A idade não deve ser o que determina o sucesso de uma relação. Muitas vezes, um relacionamento se desgasta pelos motivos mais comuns que são: ciúmes, traição, desconfiança e incompatibilidade de gênero.

casais diferença de idade

Francisco Cuoco e Thaís Rodrigues: 53 anos de diferença. Foto: Badoo

Indiferença e insegurança: como lidar?

Todo casal precisa estar ciente do jeito do outro quando entra numa relação. Por isso, a melhor maneira de lidar com as indiferenças e inseguranças é através de conversas. Mantenha sempre em mente o que te atrai no outro, seja pela forma de carinho, cuidado, beleza ou proteção. “Em uma relação como essa o casal precisa aprender a se curtir em todos os momentos, fazendo deles único e especial. Lembre-se: dialogar nessa relação será extremamente importante para que tudo flua bem”, aconselha a sexóloga do C-date.

casais diferença de idade

Hugh Hefner e Crystal Harris: 60 anos de diferença. Foto: Badoo

O que impulsiona e compromete essa relação?

“O fato que compromete uma relação com diferença de idade, sem dúvida nenhuma, é o parceiro já não ter mais o mesmo ânimo para certas atividades. Se a diferença está entre 10 a 15 anos, ainda é possível ter uma relação estável”, aponta a especialista. “Por outro lado, uma pessoa mais velha apresenta muito mais experiência, paciência e estabilidade emocional, o que tende a impulsionar esse relacionamento garantindo uma marca de segurança nesse caso”, explica Carla.

Dificuldades: preconceito em volta

Família e amigos podem trazer problemas futuros para o casal. “Muitas vezes a família começa a levantar questões e opiniões dizendo que é por dinheiro, status ou poder que os dois estão envolvidos nessa relação”, exemplifica a sexóloga. Para encarar um relacionamento dessa forma, os companheiros devem valorizar o quanto querem estar juntos. “O primeiro passo é desapegar das opiniões alheias, ser seguro do que sente e da escolha de ambos, caso contrário, no primeiro embate, as coisas desandam e não vai demorar muito tempo para os dois acabem se afastando. Ignore opiniões ofensivas e mostre que o envolvimento entre vocês está baseado em valores muito mais importantes que a idade biológica, como: amor, admiração, desejo e sinceridade”, ressalta a especialista.

casais diferença de idade

Michel Temer e Marcela Temer: 43 anos de diferença. Foto: Badoo

O que você não pode fazer:

Ao envolver-se com alguém com disparidade de idade, deve se atentar para não enxergar o parceiro como um pai ou mãe (no caso dos mais novos), ou mesmo um troféu para afagar o próprio ego (no caso dos mais velhos). “Se a meta for essa, seu relacionamento não tem base nenhuma e estará fadado ao fracasso. Outro caso que é importante ressaltar é que ao sair com grupos de amigos do casal, certamente haverá divergências sobre os assuntos, por isso, é importante manter um cuidado maior para que o parceiro não se sinta excluído ou deslocado”, completa Carla.

O que realmente importa nessa relação?

O mais importante para fazer essa relação dar certo é conversar frequentemente sobre o relacionamento e questões que o envolvem, no caso, amigos e familiares. “Em casos assim, um dos parceiros será um pouco mais influente que o outro na relação, por isso é importante os dois se apoiarem e aprenderem a lidar juntos com os conflitos que podem surgir”, finaliza a sexóloga.

Por Thamirys Teixeira

Comente